Água para bebês: entenda quando pode levar à intoxicação

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Entenda os problemas de oferecer muita água para bebês e saiba tudo sobre

Água é algo muito saudável para adultos e crianças e ingerir a quantidade necessária de água proporciona uma série de benefícios para a saúde destas pessoas. Porém, no caso dos bebês menores de um ano, a situação muda. É preciso tomar muito cuidado na hora de oferecer água para bebês.

Isto porque beber muita água pode reduzir os níveis normais de sódio do bebê e isto pode levar a um quadro chamado de intoxicação por água em bebês. Ao diminuir os níveis de sódio, esse excesso de água pode causar problemas graves nos bebês como: convulsões, coma, danos cerebrais e até mesmo a morte.

Cadastre-se

Durante os seis primeiros meses de vida do bebê, o leite materno ou a fórmula proporcionam toda a quantidade de líquidos que o bebê precisa e a água NÃO deve ser oferecida. Após isso, se a mãe perceber que o bebê está com sede mesmo após mamar, ela pode oferecer água ao pequeno, mas no máximo entre 60 e 88 ml por vez. E esta quantidade de água só deve ser oferecida após o bebê ter ingerido leite materno ou fórmula e demonstrar estar satisfeito.

Para prevenir a intoxicação do bebê por água, o pediatra James P. Keating, diretor do St. Louis Children’s Hospital, recomenda que o bebê só entre nas aulas de natação após um ano de vida. “Afundar o bebê na água pode fazer com que ele engula grandes quantidades de água e isto pode causar as convulsões”, destacou o Dr. James P. Keating. Também é importante que os pais que oferecem fórmula para seus bebês, nunca coloquem água a mais do que o orientado na hora de preparar a fórmula.

Como o cérebro é o órgão mais atingido pela intoxicação por água, uma mudança no comportamento do bebê é o primeiro sinal de que ele ingeriu água demais. O bebê pode ficar confuso, mais lento ou não interagir tanto. O pequeno também pode apresentar câimbras, problemas de coordenação, náuseas, vômitos, respiração irregular, fraqueza, molhar mais de 8 fraldas de xixi por dia, apresentar baixa temperatura corporal (menor que 36 graus) e inchaço no rosto. Diante desses sintomas é essencial entrar em contato com o pediatra ou levar o bebê ao pronto-socorro.

Fonte consultada:

St. Louis Children’s Hospital, hospital filiado à Universidade de Washington, Estados Unidos.

Veja mais

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] O ideal é que os bebês comecem as aulas após um ano de vida. Isto porque antes desta idade, o bebê pode engolir muita água e acabar sofrendo intoxicação por água, saiba mais sobre este problema aqui. […]

Os comentários estão fechados.

Deixe uma resposta

Comentários