Introdução dos alimentos na dieta do bebê: o que ninguém te conta

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba por qual papinha começar, por que é importante não ter horários rígidos e muito mais

Ao introduzir outros alimentos além do leite materno na dieta do bebê surge uma série de dúvidas: deve começar pela papinha de frutas ou salgada? Meu bebê não gostou de um alimento, o que fazer? Veja as respostas pra essas e outras coisas que ninguém te sobre introdução das papinhas:

Comece pela papinha de frutas

Cadastre-se

A maioria dos pediatras orienta oferecer primeiro a papa de frutas para as crianças. Isto porque elas teriam um gosto mais próximo do leite materno do que a papinha salgada, facilitando a adaptação. Porém, saiba que tanto a papinha de frutas quanto a salgada devem ser oferecidas no 6º mês de vida do bebê. Entre o 7º e o 8º mês deve ser introduzida a segunda papa salgada.

Não tenha horários rígidos

Ter horários muito rígidos na hora de oferecer as papinhas ao bebê pode ser um problema. Isto pode prejudicar a capacidade da criança de distinguir a sensação de fome e de estar satisfeito após uma refeição.

Insista nos alimentos

Seu bebê não gostou de algum alimento que você ofereceu? Calma, isto é normal. Por esse motivo é essencial oferecer este alimento em outros dias. Saiba que é normal o bebê provar o mesmo alimento de oito a dez vezes até aceita-lo.

Cuidado com o sal

A orientação é não adicionar sal nas papinhas. Isto porque o sódio, principal mineral presente no sal, já está presente em quantidades suficientes nos legumes e verduras da papinha salgada.

Saiba mais sobre a introdução das papinhas na dieta aqui. 

Fontes consultadas:

Sociedade Brasileira de Pediatria

Pediatra e nutróloga Virgínia Weffort, professora associada da Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários