Riscos de introduzir alimentos antes dos seis meses do bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

O risco de infecções de ouvido, respiratória e morte súbita aumentam quando não ocorre a amamentação exclusiva

Nada de chazinhos, sucos e nem mesmo água! Até os seis meses de vida seu bebê deve ingerir apenas o leite materno, o famoso aleitamento materno exclusivo. A alimentação complementar, definida como a alimentação no período em que outros alimentos ou líquidos são oferecidos ao bebê em adição ao leite materno, antes dos seis meses de vida pode causar diversos problemas de saúde ao bebê.

Vários estudos mostraram que a introdução precoce aumenta o risco de morbimortalidade infantil como consequência de uma menor ingestão dos fatores de proteção existentes do leite materno.

Cadastre-se

O aleitamento materno exclusivo por pelo menos 4 meses diminui o risco de infecções respiratórias e de ouvido, enterocolite necrosante, síndrome da morte súbita, doença alérgica, doença celíaca e diabetes tipo 1.

A amamentação exclusiva por 6 meses em comparação à de 4 a 6 meses diminui ainda mais o risco de problemas gastrointestinais e infecção respiratória.

Sob o ponto de vista nutricional a introdução precoce dos alimentos complementares pode ser desvantajosa, pois estes além de substituírem parte do leite materno mesmo quando a frequência da amamentação é mantida, muitas vezes são nutricionalmente inferiores ao leite materno.

Por que introduzir os alimentos aos seis meses?

A introdução dos alimentos deve ser feita aos seis meses pois a partir desta idade o volume de leite ingerido é insuficiente e não é possível suprir adequadamente as necessidades energéticas proteicas e micro nutrientes, sendo necessário o início da alimentação complementar.

Nesta fase o bebê também apresenta uma adequada maturação fisiológica da função gastrointestinal e renal. Isto é essencial para uma adequada digestão, absorção e metabolização dos alimentos além do leite materno.

Também é essencial ficar atento ao consumo do leite de vaca integral. A introdução deste alimento antes dos 12 meses de vida aumenta o risco da criança desenvolver diabetes tipo 1. Veja outros alimentos que não podem ser oferecidos antes dos 12 meses de vida do bebê aqui.

Fonte consultada

Pediatra e nutróloga Virgínia Weefort, professora associada de pediatria da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários