Alimentos ricos em gorduras e açúcar prejudicam o cérebro do feto

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Grávidas que comem mais alimentos deste tipo têm maiores chances de ter filhos com Déficit de Atenção

Uma pesquisa publicada na revista científica Journal of Child Psychology and Psychiatry descobriu que alguns alimentos ingeridos pela gestante podem afetar o cérebro do bebê.

Segundo o estudo, grávidas que tem uma alimentação rica em gorduras trans e saturadas, açúcares e alimentos processados têm maiores chances de ter filhos com déficit de atenção e problemas no comportamento.

Cadastre-se

Ainda de acordo com os pesquisadores, isto ocorre porque estes alimentos afetam a formação do gene IGF2 que está envolvido no desenvolvimento do feto e de áreas do cérebro do bebê que estão relacionadas ao seu comportamento.

O autor do estudo, Dr. Edward Barker, da King’s College London, concluiu: “Nossa descoberta de que uma alimentação pouco saudável afeta o gene IGF2 ressalta a importância de ter uma dieta saudável durante a gestação. Uma alimentação saudável na gravidez reduz muito o risco de Déficit de Atenção e problemas de comportamento nas crianças”.

Quais alimentos evitar

Conforme dito acima, os alimentos que não devem ser consumidos em excesso pelas gestantes são aqueles ricos em gorduras trans e saturadas, açúcares e os industrializados. Sendo que as principais comidas e bebidas que possuem grandes quantidades dessas substâncias são: carnes vermelhas (como a picanha), refrigerantes, sucos de caixinha, doces, bolachas, comidas prontas congeladas (como a lasanha de micro-ondas) e outros alimentos prontos, como o bolo de chocolate de caixinha.

Veja aqui quais alimentos saudáveis as gestantes devem comer. E veja aqui os alimentos que as grávidas não devem comer.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários