Machucados nos seios: causas, prevenção e tratamento

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja o que fazer para evitar e tratar os machucados nos seios devido à amamentação

Infelizmente, muitas mães ficam com machucados nos seios em decorrência da amamentação. A seguir, explicamos quais as principais causas dos machucados nos seios, o que fazer e o que não fazer para evita-los e como tratar:

Causas dos machucados nos seios

Cadastre-se

Os machucados nos seios ocorrem principalmente em decorrência da falta de informação adequada sobre amamentação. “A mãe deveria sair da maternidade já com as orientações sobre a posição correta na hora de amamentar, a pega adequada e muito mais. Ela deveria ter orientação adequada de seu ginecologista sobre aleitamento materno durante a gestação e ter ido em uma consulta no pediatra durante a gestação para receber orientações sobre amamentação e vacinação”, observa o pediatra Moisés Chencinski, membro da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Como a maioria das mães não recebe estas orientações adequadas, elas acabam tendo dificuldades naturais de quem quer amamentar. “As dificuldades começam com uma pega não adequada, com uma pega no mamilo e não na aréola, tirar o bebê de forma não adequada do seio também leva a uma fissura”, afirma Moisés Chencinski.

Além disso, alguns objetos que muitos acreditam que ajudam no aleitamento, na realidade prejudicam. É o caso de pomadas, óleo de amêndoa, vitamina E, entre outras substâncias passadas nos seios. “Todas essas substâncias que você passar nos seios só irão afinar a pele e assim piorar a dor ao mamar. Além disso, cremes à base de nalonina podem provocar irritação nos mamilos e deixá-los ainda mais sensíveis”, alerta Moisés Chencinski.

O uso de chupetas, mamadeiras e mordedores antes do bebê estar completamente adaptado ao aleitamento materno pode levar a um quadro de confusão de bicos, pois o pequeno pega esses objetos de uma maneira e o seio de uma outra forma. “Isso faz com que quando o bebê pegue o seio, ele tente pegá-lo da forma como faz com a chupeta, mamadeira ou mordedor e isso leva a fissura”, observa Moisés Chencinski.

Prevenção dos machucados nos seios

A melhor forma de prevenir os machucados nos seios em decorrência da amamentação é fazer com que o bebê tenha uma pega correta. Veja como ter a pega correta aqui. E veja também as posições indicadas para amamentar aqui. Veja os cuidados importantes nas primeiras mamadas aqui.

Para receber orientações adequadas sobre o aleitamento você pode falar com o pediatra, uma consultora em aleitamento materno e/ou ir a um banco de leite materno, isso mesmo este local não é apenas para coleta de leite materno, ele também orienta gratuitamente as mães que amamentam. Encontre um banco de leite materno próximo de sua casa aqui.

Além disso, é importante evitar os cremes, óleo de amêndoa, vitamina E, entre outras substâncias que se recomenda passar nos seios. “Um seio cuidado, lavado e seco é o suficiente para não ter problema. Além da pega adequada, é claro”, destaca Moisés Chencinski.

Também é importante evitar o uso de bico de silicone, concha para amamentação e de absorventes de seio. Isto porque eles vão deixar a região úmida e isto favorece problemas nos seios. “Se tiver muito leite, a mãe pode colocar uma fralda de pano e cada vez que sentir que molhou, coloca outra fralda”, orienta Moisés Chencinski.

Caso seus seios tenham muito leite, uma boa dica para prevenir machucados é fazer um pouco de ordenha manual deste seio, antes de oferecer o peito para o seu pequeno. Assim, o bebê tem maior facilidade em realizar a pega. Também é interessante optar pela posição cavaleiro ou amamentar deitada de lado. Saiba mais sobre estas posições aqui.

Tratamento dos seios machucados

Sentir dor ao amamentar não é normal. Por isso, é importante buscar ajuda assim que começar a sentir dor. “Não espere o quadro piorar muito, pois você corre o risco de infecções e outros problemas. Não pare com a amamentação e vá buscar ajuda com o pediatra, com uma consultora em aleitamento materno ou em um banco de leite materno”, afirma Moisés Chencinski.

Também é importante checar se a pega está correta. Veja qual é a pega correta do bebê aqui. Veja como lidar com os problemas mais comuns em decorrência da amamentação aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários