Cuidados na alimentação para a mãe que amamenta

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja quais alimentos devem ser evitados, quais precisam ser ingeridos e muito mais

É essencial que a mãe que amamenta tenha alguns cuidados especiais ao se alimentar. Isto porque algumas substâncias dos alimentos podem passar para o leite materno e prejudicar ou proporcionar benefícios para a saúde do bebê. A seguir, veja quais os cuidados principais que a mãe que amamenta deve ter com a alimentação:

Alimentos problemáticos

Cadastre-se

É importante tomar cuidado ao consumir alguns alimentos que podem causar gases no bebê, especialmente se essas comidas já causavam antes um desconforto na mulher. Estes alimentos são: leguminosas, como feijões, grão de bico e lentilha, batata doce, brócolis, ovos, couve-flor, cebola e outros. Caso a mãe ingira algum destes alimentos é importante observar se o bebê terá cólicas ou gases e se tiver o consumo da comida em questão deve ser suspendido. “O consumo de leite de vaca e seus derivados (mesmo sem lactose) também é associado a maiores manifestações de cólicas no bebê, por isso, uma boa alternativa é aumentar o consumo de fontes vegetais de cálcio na dieta, como: vegetais verdes escuros, chia, gergelim”, destaca Ana Laura Rodrigues Bordinhão.

Também é importante ficar atenta aos alimentos ingeridos pela mãe que podem causar possíveis irritantes como: café e chocolate.

Introdução com cuidado

Caso queira tentar comer o feijão ou outras leguminosas, comece ingerindo apenas o caldo e observe como o bebê irá reagir. Caso não haja problemas,  pode passar para o consumo dos bagos.

Frequência da alimentação

É importante que a mãe coma alimentos de alta qualidade a cada 3 ou 4 horas. “Ela também deve mastigar devagar e hidratar-se constantemente. Se houver respeito a esses princípios de bons hábitos alimentar, a ingesta se tornará instintivamente adequada, sem compulsões e exageros”, diz Ana Laura Rodrigues Bordinhão.

Fuja de dietas restritivas

A mulher que amamenta deve evitar dietas restritivas, como a Dukan. “Isto porque a perda de peso ocorre naturalmente com uma dieta equilibrada, é importante que mãe escolha alimentos de alta qualidade nutricional e os consuma até sentir-se saciada”, observa Ana Laura Rodrigues Bordinhão.

Consuma peixes

É importante que as mães que amamentam consumam mais peixes para fornecer um maior teor de DHA por meio do leite. “O DHA aumenta a capacidade cognitiva do bebê e estudos demonstram que as mães que têm um maior consumo das fontes de DHA apresentam maior teor desse componente em seu leite”, conta Ana Laura Rodrigues Bordinhão.

Tenha uma alimentação saudável

É essencial que a mãe que amamenta tenha uma alimentação muito variada e saudável. “Estudos demonstram que moléculas de sabor podem ser passadas através do leite materno, por isso, quanto mais saudável a dieta da mamãe, melhor será a aceitação do bebê no período da introdução alimentar, uma vez que ele terá mais capacidade de reconhecer o sabor, evitando a ‘temida’ recusa”, explica Ana Laura Rodrigues Bordinhão. Além disso, com uma alimentação saudável a mãe terá muito mais disposição para cuidar do bebê.

A seguir veja como deve ser o cardápio da mulher que amamenta aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários