Descobertos 4 novos benefícios do leite materno para o bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Pesquisa também apontou os problemas que o uso da chupeta e mamadeira podem causar no aleitamento

Uma pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Universidade de São Paulo (USP) constatou que o aleitamento materno, além das muitas vantagens que oferece, também está ligado às menores taxas de diarreia aguda, infecções do trato respiratório, otite média e outras infecções, e à menor mortalidade de crianças por essas doenças. Os resultados mostraram, ainda, que crianças que não mamaram tiveram 2,6 vezes mais chances de ter diarreia.

Outra descoberta interessante desta pesquisa foi de que o uso da chupeta, especialmente durante o dia, pode elevar em quatro vezes as chances de a criança parar de mamar o peito, quando comparada com crianças que não usam. E, ainda que as crianças que não usaram mamadeira apresentaram 16 vezes mais chances de receberem o aleitamento materno. No lugar da mamadeira, a orientação quando a mãe não pode oferecer o peito é a de dar o copinho. Saiba mais sobre o copinho aqui.

Cadastre-se

A pesquisa foi realizada com 854 crianças menores de 12 meses de idade, 441 menores de seis meses, e 413 de seis meses a 12 meses. No momento da coleta de dados, das 854 crianças menores de 12 meses de idade, 128 não recebiam aleitamento materno. As demais, recebiam algum tipo como: exclusivo, predominante, misto ou complementado.

A recomendação da Organização Mundial de Saúde e da Sociedade Brasileira de Pediatra é que o bebê amamente de forma exclusiva, sem ingerir qualquer outro alimento ou líquido, até os seis meses e de forma complementar até os dois anos.

Veja os outros benefícios já conhecidos do leite materno aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários