Ex-BBB Adriana Sant’Anna mostra mamilo machucado e alerta outas mães

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Instagram

Ela passou por dificuldades para amamentar e agora pede para que outras mães prestem atenção aos seus seios

Faz quase três meses que a Ex-BBB Adriana Sant’Anna se tornou mãe do pequeno Rodrigo, fruto de sua união com o também ex-BBB, Rodrigo. No primeiro mês de vida de seu bebê, Adriana enfrentou muitas dificuldades e dor para amamentar.

Agora, Adriana decidiu falar em seu Instagram sobre o que passou e alertar outras mães e futuras mães sobre cuidados importantes que devem ter com seus seios para não passarem pelo mesmo que ela.

Cadastre-se

Para fazer isso, ela postou uma foto (imagem abaixo) de seu mamilo machucado pela amamentação realizada com a pega incorreta. “Coloquei embaçada a foto para vocês terem um pouco de noção do que aconteceu com meu mamilo quando comecei a amamentar o Rodrigo. Só eu sei a dor que senti! Gente, ele mamava e escorria sangue na boca dele, eu chorava, gemia, gritava e só ouvia as pessoas dizerem que ia passar. Mas como ia passar se ele não dava descanso ao meu peito? Sangrava, saía pedaço, mas ele continuava querendo mamar. Passei tudo que possam imaginar”, relatou ela.

seio-adriana

Adriana disse que tentou várias técnicas para ver se melhorava o sofrimento, porém só buscou ajuda quando o caso já estava muito grave. “Se hoje vocês me perguntarem o que melhora, eu realmente não vou saber dizer porque usei de tudo! Tudo mesmo! Chegou uma época que tirava (o leite) na bombinha e dava a ele, porque meu peito precisava respirar, eu já não suportava mais a dor. Já tinha vindo técnica em amamentar, mas o peito já estava em carne viva, então, precisava recuperar”, declarou.

A ex-BBB ainda contou que por um certo tempo precisou oferecer fórmula para o filho devido à extensão dos machucados nos seios. “Eu não queria dar fórmula (que substitui leite materno), mas meu querer não teve jeito. Tive que dar durante uns 15 dias (dava uma vez ao dia) para meu peito aliviar e assim foi melhorando. Pensei e quis muito desistir (inclusive, cheguei a comprar remédio pra secar meu leite), mas no fundo meu coração de mãe não me deixava desistir. Não achava justo! Eu sabia que seria capaz de superar. E realmente superei!”, explicou.

Agora Adriana consegue amamentar sem dor e comemora os três meses de Rodrigo. “Demoraram dois meses pra eu ficar 100%, pareciam dois anos, mas consegui! Hoje amamento sem dor (apenas um ardor porque, como ele mama muito, acabo ficando assada), mas nada que compare à dor dessa foto!”, disse.

Prevenção de problemas

Para evitar que outras mães e futura mães passem pelo mesmo que ela, Adriana deu alguns conselhos: “ Cuide do seu bico! Pegue sol, estude a pega correta para não passar pelo que passei. E siga seu coracão! Não siga o que a sociedade impõe! Eu, hoje, tenho muito orgulho de mim e amo nosso momentinho! Quero poder amamentar por muito tempo! Se Deus quiser! Amanhã completamos três meses de peitinho da mamãe! Estou muito feliz”, comemora.

É importante deixar claro que diante do primeiro sinal de dor ao amamentar a mulher deve entrar em contato com o pediatra, ginecologista ou consultora em amamentação. Adriana foi buscar ajuda profissional apenas quando o seio já estava em carne viva e isto fez com que sua recuperação fosse muito mais lenta.

Lembrando que é possível ter uma consulta gratuita com uma consultora em amamentação em qualquer banco de leite humano. Veja o mais próximo da sua casa aqui. Veja os cuidados essenciais na mamada aqui. E veja os sinais da pega correta aqui. Veja dicas para superar os problemas mais comuns ao amamentar aqui.  Veja os cuidados para evitar e tratar os seios machucados aqui. 

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários