Momento da amamentação: esclareça suas dúvidas

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Até quando devo amamentar? Devo intercalar os seios? Esclareça essas e outras dúvidas

O momento da mamada gera muitas dúvidas. A primeira é em relação ao tempo de duração. Saiba que o bebê não deve ter um tempo determinado para mamar, ele deve mamar até ficar satisfeito. Também não é interessante alternar as mamas durante a amamentação. “O bebê precisa mamar até se esgotar bem um peito e se ainda tiver fome, aí sim a mãe deve oferecer o outro seio”, explica o pediatra Roberto Isler, membro da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul e consultor internacional em lactação certificado pelo Internation Board of Lactation Consultant Examiners.

É importante que o bebê mame o seio completamente para que obtenha todos os nutrientes necessários. “Existe uma variação da própria composição do leite materno ao longo da mamada. O leite do início mata bastante a sede e à medida que o bebê mama o conteúdo de gordura do leite aumenta. Então, o leite do final é mais gordo. Por isso, não devemos limitar o tempo da mamada, assim o bebê consegue mamar o seio do começo, meio e fim”, diz Roberto Isler.

Cadastre-se

O bebê que mama o seio completamente se sente mais saciado. Isto também irá diminuir o risco dos seios empedrarem. Uma vez que o bebê termina de mamar um seio, se ainda sentir fome a mãe deve oferecer o outro seio. “Caso ele não esgote este seio, a recomendação é que a próxima mamada comece por esse peito”, orienta Roberto Isler.

Além de observar o peito esvaziando, outra maneira de saber que o bebê está mamando é observar o movimento de sua boca. Se o bebê faz movimentos ritmados de avanço e recuo e em seguida engole, significa que ele está mamando.

A frequência e o quanto o bebê mama

A frequência da amamentação e o quanto de leite o pequeno irá mamar depende de diversos fatores, entre eles a idade e a época do ano. A medida que crescem, os bebês ficam mais eficazes na mamada e por isso ela pode ser mais rápida. “No calor o bebê costuma mamar com mais frequência porque sente sede”, explica Roberto Isler.

A pega correta

A pega correta também é muito importante no momento da amamentação. “A boca do bebê deve estar bem aberta e praticamente toda a aréola desaparece sob a boca do bebê”, conta Roberto Isler. Note se os lábios do bebê estão invertidos, semelhante à boca de “peixinho”, esta é a posição correta para ela amamentar. Após a mamada é importante colocar o bebê para arrotar. Saiba como fazer isso aqui.

Saiba mais sobre a amamentação aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários