Produção de leite materno: atitudes inesperadas que diminuem

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Bebidas alcoólicas, ficar muito estressada e outras atitudes prejudicam a produção de leite materno

Ter uma boa produção de leite materno é uma preocupação de todas as mães. Por isso, veja a seguir, algumas atitudes inesperadas que prejudicam a produção de leite materno:

Álcool

Cadastre-se

Ao contrário do que muitos acreditam, o álcool, inclusive a cerveja preta, não ajuda na produção de leite materno, muito pelo contrário: estas bebidas atrapalham! De acordo com a Academia Americana de Pediatria, o álcool altera o gosto do leite, o que faz com que o bebê diminua as mamadas, e quanto menos bebê mama, menor é a produção de leite.

Além disso, as bebidas alcoólicas são perigosas para a saúde do bebê. “É um perigo porque o bebê toma cerveja junto com a mãe, o álcool passa para o leite materno e o bebê pode ficar com doenças sérias por consequência da cerveja”, alerta a pediatra Luciana Herrero, consultora internacional de amamentação pelo IBLCE/EUA (International Board of Lactation Consultant Examiners).

Emoções

A produção de leite materno depende de dois hormônios, a prolactina e a ocitocina. Sendo que este último é muito influenciado por fatores emocionais. “E eles chegam a ser físicos porque se a mãe não tem o apoio emocional da família ou tem baixa autoestima ela não produz a ocitocina e, portanto, a produção de leite materno é prejudicada”, explica Luciana Herrero. Então, é essencial que a mãe evite situações de grande estresse e peçam ajuda e apoio de seus familiares, especialmente do pai do bebê. Veja como o pai ou outro familiar pode ajudar na amamentação aqui.

Outros bicos  

O uso de chupeta, mamadeira e bico de silicone pode afetar a amamentação porque leva a pega incorreta na hora da amamentação. A pega incorreta faz com que o bebê tenha dificuldades para mamar e acabe desistindo do peito e quando o bebê não mama há diminuição na produção de leite.

Veja como aumentar a produção de leite materno aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários