Thaís Fersoza conta o que colaborou pra sua produção de leite diminuir até secar

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Instagram

De acordo com a atriz Thaís Fersoza o nervosismo contribuiu para que sua produção de leite materno diminuísse

A atriz Thaís Fersoza falou sobre as dificuldades que teve para amamentar a filha Melinda. A atriz contou que sua produção de leite começou a diminuir muito até o ponto em que seu leite secou. “O leite foi diminuindo muito, foi parando aos pouquinhos, assim, eu tomei alguns chás, coisas naturais que me indicaram, mas não adiantou pro leite aumentar. Eu tirava bastante o leite com a bomba pra ver se eu conseguia estimular, se eu conseguia produzir mais. Mas em um determinado momento parou de vir”, disse Thais Fersoza em seu vídeo no Youtube.

Thaís também acredita que o fato de ela ter ficado nervosa com a baixa produção de leite acabou colaborando para que ela produzisse ainda menos leite. “Eu acho que a gente vai ficando tão ansiosa, nervosa que o leite está diminuindo e acho que isso acaba colaborando para diminuir mais rápido. Então, infelizmente eu tentei o máximo que deu, tentei até onde pude, me esforcei pra caramba, usei varias técnicas, mas num determinado momento parou. E a gente fica bem triste, fica bem chateada, não foi um momento fácil. Quando eu engravidei quase não estava mais amamentando a Melinda porque naturalmente estava parando”, contou a atriz.

Cadastre-se

As emoções e a produção de leite materno 

A atriz Thaís Fersoza está certa, o nervosismo e a ansiedade de fato contribuem para uma menor produção de leite materno. Isto porque a produção de leite materno depende de dois hormônios, a prolactina e a ocitocina. Sendo que este último é muito influenciado por fatores emocionais. “E eles chegam a ser físicos porque se a mãe não tem o apoio emocional da família ou tem baixa autoestima ela não produz a ocitocina e, portanto, a produção de leite materno é prejudicada”, explica a pediatra Luciana Herrero, consultora internacional de amamentação pelo IBLCE/EUA (International Board of Lactation Consultant Examiners). Então, é essencial que a mãe evite situações de grande estresse e peçam ajuda e apoio de seus familiares, especialmente do pai do bebê. Veja como o pai ou outro familiar pode ajudar na amamentação aqui. Veja outros fatores que diminuem a produção de leite materno aqui.

Veja o vídeo em que Thaís falou sobre os problemas com a amamentação a seguir:

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários