Uso de codeína por mães que amamentam pode causar overdose no bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Codeína é muito usada em remédios para aliviar a tosse e também para dores, mas pode passar para leite materno e afetar o bebê

O FDA – Administração de Alimentos e Medicamentos do Governo dos Estados Unidos alertou sobre o uso de codeína por mães que amamentam. De acordo com o FDA, este medicamento passa para o leite materno e pode levar à overdose no bebê, sendo que já há registro de um caso de falecimento do bebê em decorrência desta overdose.

Codeína é muito usada em remédios para o alívio de dores e também para tosse. O risco de overdose ocorre quando essa substância é metabolizada rapidamente no organismo e se converte em morfina. Em mães que amamentam, a codeína metabolizada rapidamente faz com que a morfina seja transmitida ao leite materno e isto poderia levar a uma overdose de morfina nos bebês.

Cadastre-se

Assim, o FDA recomenda que as mães que amamentam evitem a codeína. Caso, elas tenham que tomar esse medicamento, o FDA orienta que elas fiquem atentas aos possíveis sinais de overdose nos bebês, que são:

  • Bebê mais sonolento;
  • Dificuldades para amamentar;
  • Dificuldades para respirar;

Caso o bebê tenha alguns desses sintomas é essencial leva-lo ao hospital imediatamente.

Os sinais de que a mãe está com overdose de codeína são: sonolência, prisão de ventre e dificuldades para cuidar do bebê. Diante desses sinais é essencial entrar em contato com seu médico.

Lembre-se de sempre informar o médico que você está amamentando.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários