Após trocar de papel com esposa, pai pede desculpas a todas as mães

Por: Bruna Romanini

Foto:Reprodução

Ele achava que ficar em casa com as crianças era fácil, até que ele começou a fazer isso

O pai americano Fishkins achava que a vida de uma mãe que ficava em casa com o bebê era fácil. Isto até o jogo virar e sua esposa começar a trabalhar e ele começar a ficar em casa com a filha. Após isso, ele decidiu escrever uma carta aberta incrível pedindo desculpas para todas as mães que ficam em casa com seus bebês. Confira:

Eu devo um pedido de desculpas para todas as mulheres. Especialmente para as mães que ficam em casa com seus filhos. Eu costumava ser como muitos homens que tem a noção de que as mães que ficam em casa com seus bebês passam o dia inteiro sem fazer nada. No passado, eu costumava ficar nervoso com a minha esposa quando certas coisas na casa não estavam feitas quando eu chegava do trabalho. E eu confesso que pensava várias vezes “deve ser ótimo ficar o dia todo em casa vendo televisão”.

Cadastre-se

O quão errado eu estava? Completamente errado!

Agora vamos uns anos para a frente. Minha esposa é quem está trabalhando e sou eu quem está em casa cuidado dos filhos. No começo, eu achei que seria fácil e que faria as coisas em casa de um jeito melhor e mais eficiente que a minha esposa.

Na verdade, uma das primeiras coisas que eu fiz foi reorganizar as coisas da cozinha, armários e geladeira. Eu organizei tudo na geladeira, por tipo de comida, condimentos, etc, e estava muito orgulhoso de mim mesmo.

Quer saber como minha geladeira está hoje?

Eu achei que ia conseguir mantê-la super organizada, e tudo isso, enquanto eu mantinha a casa limpa, lavava a roupa e fazia o jantar para minha esposa.

Bom, eu consegui fazer isso por uma semana, e agora, olhando para trás, eu nem sei dizer como consegui manter por todo esse tempo.

Sabe, eu realmente não tinha ideia do desafio diário que era cuidar das crianças o dia todo. Então, eu vou mostrar como é meu dia hoje em detalhes:

6:00 AM: Eu acordo, faço café para minha esposa, dou banho no meu filho, monto a mochila dele, checo se a lição de casa dele está pronta e se os dentes estão escovados.

6:45 AM: Eu levo meu filho para o ponto de ônibus.

7:01 AM: Chego em casa e faço café da manhã para minha filha de três anos que está chorando porque quer comer panquecas e suco.

7:02 AM: Minha filha come as panquecas e o suco e eu geralmente ganho um joinha de aprovação, mas não é sempre.

7:15 AM: EU PENSO em tomar um banho. Eu não posso.

7:30 AM: Minha esposa vai trabalhar.

7:30 AM -9:00 AM: Este período é um pouco confuso. Às vezes eu descanso um pouco com minhas filhas. Se eu não faço isso, elas não dormem e ficam mau humoradas e cansadas à tarde. Além disso, eu trabalho no período da noite até às 00:00 e esse tempinho extra de sono também é importante para mim. Porém, eu nem sempre consigo descansar neste período, afinal fica difícil dormir quando de 15 em 15 minutos você é chutado e pulam e rolam em cima de você e pedem a chupeta.

9:00 AM: Minha filha pede nuggets de frango. Eu explico para ela que é cedo demais para nuggets. Ela tem um grande ataque de birra. Eu acabo cedendo e dou o nuggets para ela.

9:05 AM: Eu tento e sento no sofá com meu laptop para trabalhar.

9:06 AM: Minha filha de 18 meses está agora comendo nuggets e bebendo suco enquanto está sentada na minha cabeça.

9:15 AM: Eu tiro restos de nuggets do meu cabelo e do sofá. Às vezes ela come barras de granola e limpar isso é MUITO difícil.

9:17 AM: Hora de trocar a fralda.

9:20 AM: Eu sento de novo no sofá.

9:21 AM: Minhas filhas pedem para eu colocar um episódio de Bob Esponja.

10:30 AM: Minha filha de 18 meses dorme, enquanto minha filha de três anos assiste TV, brinca com seus brinquedos e me faz uma pergunta a cada 20 segundos.

10:35 AM: Eu finalmente tomo um banho.

10:45AM: Troca de fraldas.

11:00 AM – 12:00 PM: Eu sento e faço algumas coisas do trabalho.

NOTA: Já é meio-dia e eu ainda não cuidei de nada em casa.

12:00 – 12:30 PM: As crianças comem o almoço.

12:30 – 2:00 PM: Eu finalmente levanto e limpo a cozinha e lavo as roupas. Se eu tiver sorte, eu consigo recolher os 19.000 + brinquedos e blocos jogados no chão da sala. Eu tenho muita sorte se eu conseguir passar pela sala sem pisar em nenhum brinquedo.

2:00 – 2:30 PM: Eu visto as meninas para que nós possamos ir ao ponto de ônibus. Sim, ELAS AINDA ESTÃO DE PIJAMAS.

2:30 – 3:00 PM: As meninas ficam brincando no ponto de ônibus enquanto esperam pela chegada do ônibus do irmão.

3:00 – 4:00 PM: Minhas filhas vão cochilar, enquanto meu filho vai para o quarto. A cozinha já está um desastre de novo já que meu filho foi lá pegar lanchinhos. Às vezes eu uso esse tempo para trabalhar um pouco.

4:00 – 5:00 PM: Eu tento lidar com meus filhos enquanto eles brigam e discutem por uma série de coisas, incluindo uma briga sem sentido por territórios da casa.

5:00 – 6:00 PM: Eu ajudo meu filho com a lição de casa, limpo a casa e cozinho o jantar.

6:00 PM: Esposa chega em casa e nós jantamos. Na maioria dos dias eu estou cansado demais para dar maiores detalhes para minha esposa sobre como foi o dia.

NOTA: Isto é um bom dia.

Todo dia é diferente. Eu não mencionei os dias em que as crianças estão doentes, as várias bagunças, os castelos de blocos que tenho que construir, os shampoos que tenho que limpar do chão, o detergente que eu tenho que tirar da tigela de água do cachorro. Pegar a roupa limpa que as crianças decidiram espalhar pela casa. O xixi que tenho que limpar de quando a bebê tira a fralda e faz xixi pela casa. Os banhos que tenho que dar no meio do dia porque uma das crianças achou que seria engraçado entrar na lama. A cortina que eu tenho que recolocar porque as crianças as tiraram do lugar e por aí vai.

Então, quem chega do trabalho, seja o marido ou a esposa, não tem ideia do que seu companheiro passou durante o dia. Recentemente minha esposa chegou em casa e eu estava lá fora brincando com as meninas. Então, ela perguntou: “E o jantar?”. E eu disse que estava esperando ela chegar para que ela pudesse vigiar as crianças enquanto eu preparava o jantar. E então ela disse: “O que acontecendo com você nesses últimos tempos?”.

SÉRIO??? Eu tinha acabado de passar 12 horas cuidando das crianças e quando eu tiro alguns minutos para respirar um pouco de ar fresco, minha esposa chega e a primeira coisa que eu ouço é isso?

Então, concluindo, eu sinceramente peço desculpas para todas as mulheres por em algum momento ter dito algo negativo ou ter feito alguma piada com o fato de uma mãe ficar em casa com o filho. Não é fácil. Na verdade, é o trabalho mais difícil que existe.

Veja mais

loquio-sangramento-pos-parto
prefencial-mae-amamenta-lactente1
mulher-tiaguinho-gravida-chape

Deixe uma resposta

Comentários