Bisfenol S é perigoso para mães e bebês e deve ser evitado

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Bisfenol S pode estar presente em mamadeiras, desodorante e outros cosméticos

Muito se fala sobre o temido BPA, o Bisfenol A. Diversas pesquisas têm associado esta substância a problemas de saúde como asma, autismo, entre outros. E o uso do BPA inclusive foi proibido em mamadeiras, chupetas e outros produtos para bebês.

Bom, para substituir o BPA muitos fabricantes optaram pelo Bisfenol S, o BPS. Esta substância ainda não tem nenhum tipo de regulamentação sobre o uso Brasil. Ocorre que as últimas pesquisas estão descobrindo que o Bisfenol S pode ter tão prejudicial quanto o Bisfenol A.

Cadastre-se

Cada vez mais estudos têm observados que o BPS, assim como o BPA, é capaz de desregular os hormônios no corpo humano e assim causar problemas de saúde sérios. Uma pesquisa feita pela Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, descobriu que o BPS pode alterar regiões do cérebro da gestante e lactente que estão relacionadas a relação dela com o filho.

O estudo foi realizado em ratas, mas observou-se que as ratas que foram expostas ao BPS apresentaram um comportamento diferente diante das crias, sendo que 10% delas acabaram maltratando e/ou matando os filhotes. Desta forma, os pesquisadores puderam concluir que o BPS pode alterar o cérebro da mãe ao ponto de prejudicar a sua capacidade de cuidar dos filhos. Contudo, os cientistas também afirmam que são necessárias mais pesquisas para se entender melhor os efeitos do BPS nas mães.

Outro estudo, este feito pela Universidade de Calgary, no Canadá, observou que o BPS poderia alterar o cérebro dos bebês ao ponto deles correrem maior risco de desenvolver hiperatividade. Este estudo também foi feito em animais.

Já outra pesquisa, feita pela Universidade do Texas, descobriu que mesmo uma baixa concentração de BPS já é capaz de alterar o funcionamento normal das células e isto poderia favorecer problemas como asma, diabetes, obesidade, má formação no bebê e até câncer.

Esses são apenas alguns dos estudos feitos sobre o BPS. Ainda não se pode ter certeza sobre os riscos desta substância, mas uma coisa é fato: é preciso prestar maior atenção ao BPS e se possível evitar o seu consumo enquanto mais estudos não são realizados.

Produtos que contem BPS

O BPS pode estar presente em produtos como:

  • Componentes da mamadeira, como bico, anel em torno, etc;
  • Maquiagem
  • Pasta de dentes
  • Desodorante
  • Sabonetes
  • Shampoo
  • Condicionador
  • Tupperware
  • Garrafas plásticas

Ao comprar estes produtos, a melhor forma de saber se ele tem o BPS ou não é observar no rótulo se ele contém o Bisfenol S. Caso contenha o Bisfenol S é melhor evita-lo.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários