Descoberta atitude dos pais que previne que bebê se torne psicopata

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Um cuidado simples desde os primeiros meses ajuda a criar filhos mais sensíveis, veja qual é

Quanto mais sensível os pais ou outros responsáveis forem às necessidades do bebê, menores as chances dos pequenos se tornarem psicopatas. É o que aponta uma pesquisa publicada no Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry.

Para chegar a esta conclusão, pesquisadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, analisaram crianças de 12 anos que haviam sido criadas em orfanato desde bebês com outras que não eram órfãs. Os pesquisadores notaram que crianças criadas em instituições eram mais insensíveis do que as outras.

Cadastre-se

Mas qual seria a diferença entre elas? Basicamente, o que os pesquisadores notaram é que crianças que não eram órfãs tiveram cuidadores mais sensíveis às suas necessidades, o que fez com que elas crescessem com menos chances de se tornarem psicopatas.

A pesquisa ressalta a importância de prestar atenção às emoções dos bebês desde os primeiros meses de vida. Saiba mais sobre as emoções do bebê aqui.

Veja mais

adriana-rodrigo-bebe

Deixe uma resposta

Comentários