Filho vence processo após afirmar que talco causou câncer em sua mãe

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

A empresa Johnson & Johnson foi condenada a pagar uma indenização de 72 milhões de dólares para Marvin Salter

Talco. Um produto ainda muito usado na troca de fraldas e que também tem sido muito utilizado na higiene intima dos adultos, especialmente mulheres. Mas esta realidade pode mudar em breve e Jackie Fox é uma das responsáveis por isso.

Há anos, a americana Jackie Fox move um processo contra a empresa Johnson & Johnson afirmando que o talco que ela usou por 35 anos como parte de sua higiene íntima fez com que ela desenvolvesse câncer de ovário. Em 2013, Jackie faleceu devido ao câncer e seu filho, Marvin Salter, continuou com o processo.

Cadastre-se

Em 2016, Marvin venceu o processo e a empresa Johnson & Johnson foi condenada a pagar 72 milhões de dólares à ele. “O talco causou câncer e levou a morte da minha mãe. Não processamos pelo dinheiro, mas sim para alertar outras pessoas sobre os riscos”, disse Marvin em entrevista ao portal FairWarning.

Além do caso de Jackie, existem nos Estados Unidos cerca de 1200 pessoas processando a Johnson & Johnson afirmando que o talco produzido pela empresa fez com que elas desenvolvessem câncer.

O que os médicos dizem sobre a relação entre câncer e talco

A Sociedade Americana de Câncer, um dos órgãos mais importantes sobre o assunto, se posicionou sobre a possível relação entre câncer e talco. A Sociedade afirma que primeiro é necessário separar os dois tipos de talco existentes. Isto porque no passado, provavelmente quando Jackie começou a usar o talco, o talco usado continha asbestos, e esta substância de fato é muito conhecida por causar câncer.

Porém, o talco comercializado atualmente não possui esta substância. E a dúvida está justamente se este talco comercializado atualmente aumenta o risco de câncer ou não. De acordo com a Sociedade Americana de Câncer ainda não é possível ter certeza se o talco atual aumenta o risco de câncer ou não.

Isto porque os estudos realizados sobre o assunto tiveram resultados diferentes. Enquanto alguns afirmam que o talco aumenta sim o risco de câncer no ovário, uma vez que entra em contato com os genitais das mulheres, outros pesquisadores apontaram que esta relação não existe.

Então, a Sociedade Americana de Câncer afirma que ainda são necessários mais estudos para se compreender exatamente a relação entre talco e câncer. Mas, diante da falta de informação sobre o assunto, a Sociedade diz que as pessoas preocupadas com a questão, podem evitar ou reduzir o uso de talco, até que mais estudos sejam feitos.

Fonte consultada:

Sociedade Americana de Câncer

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários