Primeiros três meses do bebê: saiba tudo que acontece

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja qual é o desenvolvimento esperado e os cuidados importantes nos primeiros três meses do bebê

Muita coisa acontece durante os três primeiros meses de vida do seu bebê. A seguir listamos quais são as principais transformações que ocorrem nos primeiros três meses do seu bebê.

O que esperar

Cadastre-se

Os primeiros dias com seu bebê podem parecer um ciclo sem fim de mamadas, troca de fraldas e sono. Mas logo os sinais de desenvolvimento do seu bebê começam a aparecer:

Desenvolvimento motor: O recém-nascido não consegue manter a cabecinha firme. Mas logo ele vai conseguir levantar a cabeça e virá-la de um lado para o outro enquanto fica deitado acordado com a barriga para baixo (saiba mais sobre o assunto aqui). O seu bebê irá se alongar e chutar de forma mais vigorosa com o passar do tempo e se você oferecer um brinquedo ao pequeno ele poderá agarrá-lo por alguns breves momentos.

Audição: Com algumas semanas de vida seu bebê pode responder aos sons ficando quieto ou sorrindo. Seu bebê também irá responder ao som da sua voz desde essas primeiras semanas.

Visão: Seu bebê provavelmente irá focar no seu rosto durante a amamentação ou alimentação por fórmula. Logo ele começará a ver outras formas, cores e tamanhos além do seu rosto. Você irá notar ele estudando as próprias mãos e pés. Aos 3 meses seu bebê pode se distrair facilmente com uma visão ou sons interessantes.

Comunicação: Recém-nascido são sensíveis à maneira como você o segura e o alimenta. Aos dois meses de vida seu bebê pode sorrir de propósito, fazer bolinhas com a boca e balbuciar quando você fala. Seu bebê pode até mesmo copiar suas expressões faciais. Logo seu bebê irá buscar você de alguma forma, geralmente o choro, para conseguir atenção, segurança e conforto. Lembrando que seu bebê ainda não fala, de modo que sua principal forma de comunicação é o choro. Conheça o que cada choro do bebê significa aqui.

Promovendo o desenvolvimento no primeiro trimestre

A sua relação com o seu bebê é essencial para o desenvolvimento dele. Confie na sua habilidade de realizar as necessidades do pequeno. Você consegue!

Dê colo: muito colo, carinho e beijos ajudam seu bebê a se sentir seguro e amado. Dê colo para o seu bebê. Deixe ele ficar observando o seu rosto. Deixe seu bebê segurar o seu dedo e tocar o seu rosto.

Converse muito: Conversas simples com o seu bebê desde o primeiro trimestre de vida contribuem muito para o desenvolvimento da fala do seu pequeno. Faça perguntas para seu bebê e responda ao balbuciar do seu pequeno. Descreva para seu bebê o que vocês estão vendo, ouvindo e até cheirando. Use palavras simples do dia a dia para falar com seu pequeno. Lembre-se que o tom da sua voz irá comunicar ideia e emoções para o seu pequeno.

Mude as posições do bebê: procure colocar seu bebê em diferentes posições. Você pode segurá-lo com a cabecinha para o lado de fora. Com supervisão e quando ele estiver acordado coloque-o por alguns minutos com a barriga para baixo. Saiba como fazer isso aqui. Caso seu bebê fique tonto, coloque o bebê de barriga para cima novamente.

Responda rapidamente ao choro do bebê: Para a maioria dos bebês, o choro torna-se mais frequente e intenso com seis semanas de vida e depois começa a reduzir. Não importa se o bebê precisa trocar as fraldas ou apenas de um contato pele a pele com a mamãe, responda rapidamente aos choros dele. Sua atenção ajudará a criar um laço forte entre você e seu bebê e a confiança que seu bebê precisa para que no futuro possa se tornar um adulto independente.

Quando algo não está certo

Seu bebê pode atingir alguns marcos do desenvolvimento um pouco mais tarde do que o esperado e ser um pouco mais adiantado em outros. Isto é perfeitamente normal. Porém, é importante ficar atenta aos sinais de que algo não está dentro do esperado e diante deles é essencial falar com o pediatra; Os sinais até os três meses de vida do bebê são:

  • Não mostrou melhora no controle do pescoço e cabeça;
  • Não responde aos sons ou contato visual, como barulhos altos e luzes brilhantes;
  • Não sorri para as pessoas ou ao som da voz dos pais;
  • Não segue objetos se movendo com os olhos;
  • Não nota a existência das próprias mãos;
  • Não segura objetos.

Lembre-se que cada bebê é único, mas seus instintos também são importantes. Quanto mais cedo um problema for detectado, mas cedo será tratado.

Saiba mais sobre bebês de um e dois meses aqui. E sobre bebês de três meses aqui.

Fonte consultada:

Clínica Mayo

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários