Amamentação e deixar criança na creche elevam chances de sucesso no futuro

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

É o que aponta uma pesquisa patrocinada pelo Governo do Canadá, entenda as descobertas

Um grande estudo patrocinado pelo governo do Canadá e realizada por membros de diversas universidades e institutos, entre eles a Universidade de Glasgow, na Escócia, e o Human Science Research Council, na África do Sul, descobriu uma série de atitudes dos pais que são capazes de melhorar o comportamento e a capacidade de aprendizado dos filhos no futuro.

Uma primeira pesquisa realizada com 1500 crianças descobriu que aquelas que mamaram exclusivamente até os seis meses tinham metade das chances de desenvolverem problemas de comportamento nos primeiros anos da escola quando comparado com aquelas que mamaram por menos de um mês.

Cadastre-se

Assim, os pesquisadores concluíram que crianças amamentadas por mais tempo provavelmente terão menos problemas de comportamento entre os 7 e 11 anos de idade. “A duração da amamentação tem uma importância muito maior para as crianças em diversas áreas do desenvolvimento do que achávamos”, afirma Dr. Tamsen J. Rochat, do Human Science Research Council.

Os pesquisadores também descobriram que crianças que vão a creche por pelo menos um ano tem 74% mais chances de terem uma função executiva maior. A função executiva habilita as capacidades de planejar, focar, lembrar de instruções e realizar múltiplas tarefas com sucesso. O cérebro precisa destas funções para evitar distrações, priorizar tarefas, determinar objetivos e controlar impulsos. Ou seja, ir para a creche aumenta as chances da criança ter sucesso social e profissional.

Outra atitude que aumentou as chances do bebê ter maiores funções executivas foi brincar. Crianças que foram estimuladas pelos pais por meio de brincadeiras tiveram 36% mais chances de terem maiores funções executivas.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários