Desvende a linguagem corporal do bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Entenda quais as reais causas dos gritinhos do bebê, dos sorrisos do recém-nascido e muito mais

Algumas atitudes dos bebês podem fazer com que os pais tenham uma ideia errada sobre o que ele realmente está pensando ou querendo. Por isso, confira o que realmente significam algumas atitudes do seu filho e desvende a linguagem corporal dos bebês.

O sorriso do recém-nascido

Cadastre-se

Apesar de ser encantador, os primeiros sorrisos do recém-nascido não significam que ele está se divertindo com algo. No início o sorriso do recém-nascido surge como um simples reflexo. “Mas, esse sorriso cativa as pessoas ao seu redor a interagirem e brincarem e, de um ponto de vista neurológico, treinar o bebê progressivamente para interações neuropsicomotoras mais complexas”, constata Enrique Barros, membro da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

Gritinhos do bebê

Por volta dos três meses de vida, o bebê começa a emitir gritinhos. Mas fique calma, isso não significa que ele está irritado com algo. “O desenvolvimento neuropsicomotor é lentamente progressivo em busca da maior interação com seu meio ambiente e social. Assim, os ‘gritinhos’ são os primórdios da fala”, explica Enrique Barros.

Jogar objetos

É comum os bebês chegarem em uma fase em que adoram jogar tudo, seja brinquedo, papinha ou o enfeite da avó. Isto não quer dizer que o pequeno não gostou da sua comida ou do brinquedo. Na realidade, ele joga os objetos por pura curiosidade e vontade de testar o mundo ao seu redor. “Essa é mais uma forma de experimentação. Muitas vezes o nenê joga algo, e percebe que o trazem de volta. Isso pode gerar um padrão muito estimulante para o desenvolvimento neuropsicomotor”, observa Enrique Barros. É importante que aos poucos os pais mostrem ao filho que esta atitude de jogar os objetos não é correta.

Bater objetos contra os adultos

É comum o bebê bater algum objeto contra outras pessoas, mas isto não significa que ele não gosta deste indivíduo. “Os bebês não se dão conta de que estão batendo nas pessoas, para eles tudo é motivo de curiosidade e experimentação na linda jornada de amadurecimento e treinamento da psicomotricidade”, explica Enrique Barros.

Bebê muito agitado

Seu bebê não para quieto? Calma, é normal os pequenos serem bem agitados. “A curiosidade é intrínseca aos bebês, é assim que eles vão descobrindo o mundo. Uma das formas de saciar a curiosidade e explorar o mundo é sair engatinhando ou fazendo outros movimentos”, conta Enrique Barros.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários