Rotina para bebê: veja como criar uma

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba como estabelecer uma rotina para o seu bebê e quando fazer isso

A rotina para o bebê é muito importante. “Ela faz bem e deve ser iniciada desde o nascimento do bebê. A rotina facilita a organização, diminui as chances de erros e esquecimentos da mãe para com o bebê. O pequeno vai se acostumando com essa ordem de ações pré-estabelecidas, protocoladas podendo estabelecer mais calma e tranquilidade para ambos”, diz o pediatra José Gabel, secretário do Departamento de Pediatria Ambulatorial e Cuidados Primários da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP).

Como começar com a rotina  

Cadastre-se

A rotina do bebê começa tentando estabelecer os horários de mamada e fazendo elas sempre no mesmo lugar. Também procure fazer a troca de fraldas sempre no trocador e ter horários para o banho. Acostume seu bebê com dia e noite, luz solar e escuro. Assim os pequenos vão se acostumando com os horários e ambientes.

Rotina dos 4 aos 6 meses

Bebês de 4 a 6 meses acordam para mamar de três em três horas ou de quatro em quatro horas. “Em geral esses pequenos devem dormir após mamar. Quando estão acordados também é importante que eles saiam para passear e tomem sol pela manhã.  Deve ser exercitada a comunicação, o toque, estar em sincronia com o bebê, fortalecimento de vínculos, reações de sorriso e vocalizações, as habilidades cognitivas passam a ser percebidas e aquela rotina de horários de mamar, banho, trocas continuam”, orienta José Gabel.

Nesta fase muitos bebês já começam a frequentar as creches ou berçários e tem que se adaptar a rotina dessas instituições. Mas calma, a rotina desses lugares não é muito diferente daquela de casa.

A partir dos seis meses é importante continuar com a rotina pré-especificadas pela família. “Os horários de refeição vão se aproximando dos horários da casa”, conta José Gabel.

Ao longo da infância estabelecer rotinas, como horários para dormir, e também ter regras na educação é muito importante para o desenvolvimento da criança.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários