A terrível crise dos dois anos: saiba como lidar

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Os ataques de birra são comuns na crise dos dois anos, mas algumas atitudes diminuem o mau comportamento

Durante a crise dos dois anos é comum a criança sentir frustração ao ouvir negativas dos pais. “É importante que os pais entendam que aquela crise de birra é normal e que saber tolerar a frustração e negativa é um aprendizado para a vida futura. Sabemos que a vida não dirá sempre sim para as crianças e elas precisam estar habilitadas para lidar com isso e nessa idade começa esse trabalho”, observa o pediatra Ricardo Halpern, presidente do Departamento Científico de Pediatria do Comportamento e Desenvolvimento da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Algumas atitudes dos pais são essenciais durante a crise dos dois anos. “A tranquilidade e segurança deles em manter a conduta, sem dar uma dupla mensagem, como não pode e depois de um choro pode, é decisivo no processo. É fundamental que os pais tenham a mesma informação a respeito do que deve ser dito para as crianças”, diz Halpern. Caso ocorra discordância de conduta é um problema, pois a dupla mensagem confunde a criança e propicia que ela repita a atitude.

Cadastre-se

Entenda melhor por que a crise dos dois anos acontece nesta outra reportagem do portal BebêMamãe.com.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários