Postar sobre os filhos nas redes sociais pode prejudicá-los na vida adulta

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

É preciso ficar atento para que a informação compartilhada pelos pais não cause constrangimentos ou problemas na vida adulta

Quando os pais vão compartilhar alguma foto ou informação sobre o filho na internet é comum que algumas dúvidas ou preocupações passem por suas cabeças, como questões de privacidade da postagem para evitar que a imagem seja roubada por pedófilos ou outros criminosos. Porém, existe uma questão muito importante que a maioria dos pais não considera e uma pesquisa acabou de destacar.

A pesquisa apresentada na Conferência da Academia Americana de Pediatria elaborada pelo pediatra Bahareh Keith, professor da Universidade de Medicina da Flórida e pelo advogado e professor de direito Stacey Steinberg alertou para um risco de compartilhar as fotos dos bebês nas redes sociais que a maioria dos pais não percebe.

Cadastre-se

Keith destacou para o fato de que os pais precisam pensar como as informações e/ou imagens sobre o filho que estão compartilhando podem afetá-lo no futuro. “A criança pode um dia querer ter um pouco de privacidade e controle sobre a sua identidade digital. Precisamos pensar que esta criança em breve irá entrar na faculdade e mercado de trabalho. A criança tem o direito de entrar na idade adulta sem algo de seu passado digital que possa prejudica-la em uma possível entrevista de emprego ou até mesmo na relação com amigos e colegas de trabalho ou faculdade”, destaca Keith.

Por isso, o pediatra pede que os pais tenham alguns cuidados importantes na hora de postar algo sobre os filhos, seja texto, vídeo ou foto: prestar atenção nas políticas de privacidade da rede social que está usando, não mencionar o nome do filho e postar de forma anônima se for falar algo sobre o comportamento do filho (por exemplo um post sobre o fato do filho fazer xixi na cama) e nunca compartilhar uma imagem ou vídeo do filho em que ele apareça sem roupas. Keith também orienta que quando a criança estiver maior, ela possa opinar sobre se deseja que determinada informação e/ou imagem dela seja postada ou não.

É importante lembrar que uma pesquisa recente descobriu que metade das fotos dos sites de pedofilia são retiradas das redes sociais dos pais! Saiba mais sobre o assunto aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários