Congelamento de óvulos: saiba como é o procedimento

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Entenda como preservar os óvulos aumenta as chances de engravidar independente da idade

Quem deseja realizar o congelamento de óvulos deve primeiramente procurar um especialista em reprodução humana para fazer uma avaliação da fertilidade. “A seguir a mulher irá passar por um processo de estimulação ovariana antes de fazer a coleta dos óvulos para congelá-los, o que deve ocorrer dentro de quinze dias após o início da estimulação”, explica o médico Maurício Chehin, especialista em reprodução humana do Grupo Huntington.

O procedimento é recomendado para mulheres que estão um pouco mais velhas, mas não pretendem formar uma família no momento, preservar os óvulos antes dos 35 anos é melhor. O método também é recomendado para mulheres com histórico de menopausa precoce na família ou que passarão por tratamentos oncológicos, radioterapia e quimioterapia.

Cadastre-se

Para essas mulheres, o congelamento de óvulos aumenta as chances de conseguir engravidar de forma saudável e com menores riscos nas idades em que engravidar naturalmente ficaria mais difícil. “As taxas de aborto e mal formação seriam maiores conforme o tempo, porém uma vez que os óvulos congelados são usados as chances de gravidez, aborto e mal formações são as iguais as da época em que o congelamento foi realizado, não importando a idade da mulher no momento de utilizá-los”, explica Chehin.

Entenda melhor quando o congelamento de óvulos é necessário nesta outra reportagem do portal BebêMamãe.com.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários