Bebê prematuro nasce com 1% de chances de sobreviver e supera expectativas

Por: Bruna Romanini

Foto: SWNS.com

Conheça a história de superação da pequena Kaci-Rose que nasceu com apenas 23 semanas pesando 510 gramas

Quando a britânica Sadie Cratchley entrou em trabalho de parto quatro meses antes da data prevista, os médicos imaginaram o pior. As chances de o bebê sobreviver ao parto eram de apenas 1%. “Se tivesse entrado em trabalho de parto um dia antes os médicos disseram que sequer tentariam salvar meu bebê, pois seria considerado um aborto espontâneo”, contou a mãe Sadie ao jornal Britânico DailyMail.

A pequena Kaci-Rose nasceu com 23 semanas e pesando apenas 510 gramas. “Após o parto os médicos pediram para que eu e meu marido decidíssemos se queríamos que eles tentassem salvar nossa filha ou não. Eles nos disseram que poderiam tentar, mas que a pequena provavelmente não sobreviveria. Foi um momento assustador”, lembra a mamãe Sadie.

Cadastre-se

Determinados a fazer tudo que pudessem pela filha, o casal pediu aos médicos para que tentassem salvar a pequena Kaci-Rose. E ela foi encaminhada para uma uma UTI neonatal.

Kaci-Rose passou seis meses hospitalizada, lutando pela vida, e venceu! Hoje ela tem oito meses e superou todas as expectativas. “Nos disseram que ela seria cega e surda, mas ela é capaz de enxergar e ouvir algumas coisas”, disse a mamãe Sadie. Hoje ela pesa 3.800 kg e tem 56 centímetros, semelhante ao tamanho de um recém-nascido, o que para Kaci-Rosie é uma grande conquista. Parabéns a esta pequena guerreira e aos seus pais que nunca desistiram!

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários