Congelamento de óvulos: quando fazer

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba em quais situações o congelamento de óvulos é recomendado

O congelamento de óvulos é uma alternativa para a gravidez em algumas situações. Desta maneira, é possível manter a qualidade dos óvulos e engravidar no futuro. “Quando eles são congelados antes dos 35 anos as chances de engravidar em um tratamento são de 35 a 40% independentemente da idade da mulher no futuro”, diz o ginecologista obstetra Paulo Gallo, diretor médico do Vida – Centro de Fertilidade da Rede D’Or do Rio de Janeiro e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

O procedimento é recomendado quando a mulher pretende ter filhos mais tarde e nas situações em que há a possibilidade dela sofrer com a menopausa precoce, mas não quer engravidar naquele momento. “Outra causa são os tratamentos de câncer que envolvem a quimioterapia ou a radioterapia. Antes de realizar estes procedimentos é bom congelar os óvulos a fim de preservá-los”, conta Gallo. A orientação é congelar os óvulos antes dos 35 anos.

Cadastre-se

Veja mais

dna-bebe
gravidez-sem-sintomas

Deixe uma resposta

Comentários