Consumo de ferro na gravidez melhora desenvolvimento do cérebro do bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

É o que aponta uma pesquisa publicada na revista científica Pediatric Research feita com 40 gestantes

Uma pesquisa publicada na revista científica Pediatric Research descobriu que a maior ingestão de ferro na dieta da gestante está associada a uma maior complexidade e maturidade do cérebro do bebê. O estudo também observou que a baixa ingestão de ferro na gravidez favorece a menor complexidade e imaturidade do cérebro do bebê  logo após o nascimento.

A pesquisa foi realizada com 40 adolescentes grávidas e saudáveis. Outras pesquisas já haviam constatado que o consumo de baixas quantidades de ferro na gestação afeta a memória e a capacidade de aprendizado do feto. Problemas no desenvolvimento motor do bebê também já foram associados com o baixo consumo de ferro na gestação.

Cadastre-se

Infelizmente, o número de gestantes que não ingerem as quantidades necessárias de ferro são altas, para se ter uma ideia, cerca de metade das grávidas no mundo são anêmicas. Saiba mais sobre anemia na gestação aqui.

Por isso, é importante pedir para seu médico checar seus níveis de ferro durante a gravidez e questioná-lo sobre o consumo de suplementos de ferro. Veja quais outros suplementos ingerir na gravidez aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários