Descoberto novo problema no bebê causado pelo zika vírus na gravidez

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Estudo divulgado pelo Ministério da Saúde confirma que zika vírus durante gestação pode causar malformação fetal

Contrair o zika vírus durante a gestação pode causar outro problema de saúde para os bebês além da microcefalia. De acordo com o Ministério da Saúde, o vírus também pode levar à malformação congênita. Esta conclusão foi feita após a investigação do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos que enviou os resultados ao Ministério da Saúde.

Foram analisados quatro casos. Dois desses casos são abortamentos e dois recém-nascidos a termo (37 a 42 semanas de gestação) que faleceram nas primeiras 24 horas de vida. As amostras foram positivas no teste laboratorial de PCR para vírus Zika.

Cadastre-se

Segundo as investigações clínico-epidemiológica realizadas anteriormente pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), todas as quatro gestantes apresentaram febre e exantemas durante e gestação. Esses resultados somam-se às demais evidências obtidas em 2015 e reforçam a hipótese de relação entre a infecção pelo vírus Zika e a ocorrência de microcefalia e outras malformações congênitas.

No entanto, o Ministério reforça a necessidade de prosseguimento das investigações e pesquisas da alteração do número de microcefalias e outras malformações em decorrência de processos infecciosos.

Os casos de microcefalia relacionado ao zika vírus continuam aumentando no país. Atualmente são 3.530 casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus Zika. Os casos suspeitos da doença em recém-nascidos são computados desde o início das investigações (em 22 de outubro de 2015) até 9 de janeiro deste ano e ocorreram em 724 municípios de 21 unidades da federação. Também estão em investigação 46 óbitos de bebês com microcefalia possivelmente relacionados ao vírus Zika, todos na região Nordeste. Veja como prevenir o zika vírus na gravidez aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários