Entenda como é parto para o bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Esclareça suas dúvidas sobre como o bebê vivencia o momento do parto

O parto é um momento muito especial para a mãe e o bebê. Muito já é falado sobre como é o parto para a mulher, você confere algumas informações sobre isso aqui. Porém, pouco se fala sobre como é o parto para o bebê. A seguir, explicamos tudo que ocorre com seu bebê durante o parto normal:

O início do trabalho de parto

Cadastre-se

Quando o parto não é induzido ou uma cesárea agendada, é o bebê quem decide o momento que irá nascer. “Quando o pequeno está pronto para nascer, inicia a liberação de alguns hormônios que atuam na mãe e auxiliam a desencadear os primeiros sinais do trabalho de parto. Não há como perceber esses sinais no bebê, apenas na mãe, mas sabe-se que essa transformação no cérebro do pequeno é um dos fatores que desencadeiam o trabalho de parto”, explica a ginecologista e obstetra Heloisa Brudnieski.

Quando as contrações começam, sabe-se que elas mudam o fluxo sanguíneo placentário, mas isso normalmente não interfere no bem-estar do bebê.

O aumento das contrações

Conforme as contrações aumentam, aumenta também a produção de cortisol endógeno. “Esse hormônio atua na placenta aumentando a liberação de prostaglandinas, hormônio fundamental na evolução do parto. O cortisol é um hormônio que sabidamente aumenta o estado de alerta, por isso supõe-se que no bebê isso também ocorra durante o parto”, conta Heloisa Brudnieski.

Passagem pelo canal de parto

Quando o bebê passa pelo canal vaginal, ocorre a compressão do polo cefálico (topo da cabeça) e do tórax. E isto é muito benéfico para o bebê. A compressão do tórax auxilia na saída de líquido que está dentro dos pulmões. “Isto leva a diversas modificações no bebê que rapidamente irão auxilia-lo a iniciar os primeiros movimentos respiratórios”, observa Heloisa Brudnieski.

Bebês que nascem via parto cesárea não passam por esse processo, por isso, as chances de desenvolverem problemas respiratórios após o parto é maior.

O momento da saída do bebê pela vagina

Quando o bebê está saindo da vagina, o famoso momento da coroação, é liberada uma grande quantidade de hormônios e o topo da cabeça do bebê está sendo comprimido. “Pode haver mudança na frequência cardíaca do bebê e é um momento mais delicado para ele, de mais estresse, mas sem afetar seu bem-estar”, explica Heloisa Brudnieski.

Logo após o parto

Assim que o bebê nasce, ocorre uma série de modificações em seu corpo, principalmente na parte circulatória e respiratória. “Essas modificações são imediatas e fazem com que o bebê comece a respirar. Ele deixa de receber toda a oxigenação pelo cordão umbilical e passará a respirar sozinho. Imediatamente após o ar entrar, inicia-se os primeiros movimentos respiratórios”, conta Heloisa Brudnieski.

Desde as 35 semanas de gestação, os pulmões do bebê já começam a produzir uma substância que atuará nos alvéolos pulmonares. “Eles vão impedindo que ocorra um colapso deles ao nascimento”, diz Heloisa Brudnieski.

Confira os benefícios do parto normal aqui.

Veja mais

tremores-parto
cesarea-medieval
sophie-charlotte

Deixe uma resposta

Comentários