Remédio Diclegis tem benefícios e segurança questionados em estudo

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Médico encontrou uma série de falhas no estudo realizado há 40 anos para aprovação do Diclegis

Enjoo é um dos incômodos mais chatos que ocorre na gestação. E claro que quando se está sofrendo com os enjoos tudo que se quer é que eles acabem. Por isso, ao longo dos anos surgiram diversos truques, remédios e muito mais para tentar aplacar os enjoos na gravidez.

Um dos remédios mais indicados e o único aprovado pelo Food and Drug Administration, órgão do governo dos Estados Unidos responsável por avaliar a segurança dos remédios, para tratar os enjoos na gravidez é o: Diclegis.

Cadastre-se

Contudo, uma pesquisa feita pelo médico de família e pesquisador do St. Michael’s Hospital de Toronto no Canadá, Dr. Nav Persaud, descobriu algo impressionante sobre o Diclegis.

Ocorre que para que este medicamento fosse aprovado pelo FDA foi realizado um estudo com 2.300 grávidas nos anos 1970. Mas, ao analisar este estudo, o Dr. Persaud descobriu uma série de falhas que colocam em questão os benefícios e segurança deste remédio.

Em primeiro lugar, o Dr. Persaud descobriu que os resultados finais deste estudo nunca chegaram a ser divulgados, apenas um resumo dos resultados foi disponibilizado. Além disso, o estudo dividiu as mulheres em grupos e um dos grupos, aquele que tomou apenas os placebos, teve apenas 37% dos resultados disponíveis. Para piorar, apesar do estudo ter durado somente uma semana, o Dr. Persaud notou que um número elevado de mulheres não chegou a terminar a pesquisa. Por fim, a técnica que os pesquisadores usaram para marcar os sintomas de enjoo na gravidez também foi ambígua.

Diante de tudo isso, o Dr. Persaud acredita que não é possível ter certeza sobre a eficácia do remédio e pede que novos estudos sejam realizados.

Veja dicas de como aliviar os enjoos na gestação aqui.

Veja mais

umbigo-saltado-gravidez1

Deixe uma resposta

Comentários