Cárie de mamadeira: causas, sintomas, prevenção e tratamento

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Cirurgiãs dentistas esclarecem suas principais dúvidas sobre a cárie de mamadeira

A cárie de mamadeira é uma destruição dental associada ao contato dos dentes com líquidos açucarados fermentáveis da mamadeira, como o açúcar adicionado, durante o dia ou à noite enquanto dorme.

As causas da cárie de mamadeira

Cadastre-se

A união de três fatores favorece a cárie de mamadeira. São eles:

-Líquidos fermentáveis (dieta cariogênica) oferecidos várias vezes ao dia, entre as refeições principais e durante a noite.

-Ausência de higiene bucal adequada

-Permanência por tempo prolongado de líquidos fermentáveis na boca da criança.

Além disso, durante a noite ocorre um declínio do fluxo salivar. Este acontecimento natural quando combinado com os três fatores mencionados acima, resulta num quadro de grande destruição dentária, ou seja, a cárie de mamadeira.

Como prevenir a cárie de mamadeira

Para evitar a cárie de mamadeira os pais, se possível, não devem oferecer leite de madrugada ou antes de dormir, principalmente se for adocicado. É importante ressalta que isto não vale para o leite materno.

Uma vez que a criança cria o hábito de consumir líquidos em mamadeiras é muito difícil mudá-lo. Uma recomendação é segurar a mão do bebê enquanto ele mama para impedir que ele se acostume com a mamadeira e com o fato de dormir mamando.

A escovação deve ser realizada obrigatoriamente após cada mamada.  Os profissionais de saúde têm papel importante na prevenção e na detecção dos sinais e sintomas.

É importante que os pais se conscientizem que a noite é o momento de descanso da criança, ou seja, ela não precisa mamar.

As chances da cárie de mamadeira ocorrer ficam ainda maior se for adicionado ao leite açúcar, achocolatado ou mel, exceto em casos específicos orientados pelo pediatra.

Atualmente, é orientado o início da escovação com escova de dentes, logo após o aparecimento dos primeiros dentes de leite. Para o bebê, a escova indicada é uma escova extra-macia. Nesta fase a língua também deve ser higienizada.

Portanto,  a partir da erupção dos primeiros molares decíduos (dentes de leite) a escovação deverá se iniciar através de escovas infantis com cerdas macias, principalmente para higienizar as superfícies oclusais desses dentes, gengiva e língua. Saiba a importância de levar o bebê ao dentista nesta outra reportagem.  Veja como escovar os dentes do seu bebê aqui. 

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários