Mãe dá resposta emocionante à mulher que a acusou de mimar a filha

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Facebook

Uma estranha disse para Kelly Dirkes não segurar a filha no colo por muito tempo, pois isto a deixaria mimada

Ouvir “conselhos” quando não pediu por eles: toda mãe já passou por isso. E recentemente isto ocorreu com a mamãe Kelly Dirkes. Ela estava no supermercado com sua filhinha no colo, quando uma estranha chegou e disse para ela tomar cuidado e não segurar muito a filha no colo, pois isto iria mimá-la.

O que a estranha não sabia é que a filha de Kelly foi adotada e passou os dez primeiros meses de sua vida em um orfanato com pouca atenção e carinho de outras pessoas.

Cadastre-se

Diante de tudo isso, Kelly postou no Facebook uma emocionante resposta para esta mulher que deixará claro para todos os pais o poder transformador que o amor, o carinho e o colo dos pais podem ter na vida dos filhos. Confira e emocione-se:

“Para a mulher no supermercado,

Eu já ouvi antes, sabe, que eu ‘mimava a minha bebê’. Você estava convencida de que minha filha nunca irá aprender a ser ‘independente’. Eu sorri para você, beijei a cabeça da minha filha e continuei minhas compras.

Se você soubesse.

Se você soubesse como minha filha passou os primeiros dez meses de sua vida completamente sozinha dentro de um berço de metal estéril com nada para confortá-la além dos próprios dedos que ela chupava.

Se você soubesse como o rosto dela estava no momento em que a cuidadora do orfanato a entregou para mim para que a segurasse pela primeira vez – fugazes momentos de serenidade misturados com puro terror. Ninguém havia segurado ela deste jeito antes, e ela não tinha ideia do que deveria fazer.

Se você soubesse que nos primeiros dias em casa minha filha acordava em seu berço, ficava quietinha e nunca chorava, porque até então ninguém respondia ao seu choro.

Se você soubesse que ansiedade era algo normal no dia a dia da minha filha, juntamente com bater a cabeça nas grades do berço e se balançar sozinha para conseguir algum conforto.

Se você soubesse que esta bebê que está no meu colo é sim independente, dolorosamente independente, e eu e meu marido vamos passar todos os nossos minutos, horas, dias, semanas, meses e anos tentando substituir a parte do seu cérebro que grita ‘trauma’ e ‘insegurança’.

Se você soubesse.

Se você soubesse que minha filha agora choraminga quando a estamos colocando no chão e não quando a pegamos no colo.

Se você soubesse que agora minha filha chora a plenos pulmões nas manhãs e depois de sua soneca, porque ela sabe que alguém virá para carregá-la e trocar sua fralda.

Se você soubesse que agora minha filha dorme quando é balançada pelo papai ou pela mamãe ao invés de dormir após se balançar sozinha.

Se você soubesse que esta bebê fez todos chorarem no dia em que ela ergueu os braços espontaneamente para nós para buscar conforto.

Se você soubesse.

‘Mimar minha bebê’ é o trabalho mais importante da minha vida e é um privilégio. Eu vou segurar minha filha no colo por mais tempo e por quanto tempo ela quiser porque ela está aprendendo o que é seguro. Que ela pertence à um lugar. Que ela é amada.

Se você soubesse…”

Olha que graça esta foto de Kelly “mimando” muito sua bebê:

kelly-filha2

Veja mais

loquio-sangramento-pos-parto
prefencial-mae-amamenta-lactente1
mulher-tiaguinho-gravida-chape

Deixe uma resposta

Comentários