Sexo no pós-parto: tire as suas dúvidas

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba quando o sexo no pós-parto pode ocorrer, o que muda, como melhorar o prazer e mais

Quando posso voltar a transar? Vou sentir o mesmo desejo de antes? Vou sentir dor durante o sexo? O sexo no pós-parto gera muitas dúvidas entre o casal. A seguir, esclarecemos as principais delas. Confira:

Quanto tempo esperar

Cadastre-se

É preciso esperar um tempo para iniciar as relações sexuais após o parto, é o chamado resqguardo. “Recomendamos que o casal espere 40 dias após o parto para ter relação sexual, pois antes desse período o colo do útero encontra-se aberto para que o corpo faça a ‘limpeza’ necessária. Se casal tiver relação sexual nesse período e o homem ejacular, há chances de ocorrer uma infecção no colo do útero da mulher causado pelo esperma”, alerta o ginecologista obstetra Fúlvio Basso Filho, do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim.

Além disso, a relação sexual antes do momento orientado pode levar ao rompimento de pontos, caso a mulher tenha feito uma cesárea ou passado por uma episiotomia.

O sexo oral pode ser feito durante o resguardo, caso a mulher deseje. Já o anal não orientado. Isto porque o ânus possui bactérias que podem aumentar o risco de infecção na vagina.

Como fica o desejo

A falta de desejo e a dor na relação são comuns até cerca de quatro meses após o parto. “Neste período, como a mulher está amamentando, ela ainda não começou a ovular, ou seja, o corpo ainda não está preparado para ‘pensar’ no sexo ou na relação da mulher com o homem”, conta Fúlvio Basso Filho.

Além disso, o hormônio prolactina, que contribui para a produção de leite, também reduz a libido e a lubrificação vaginal. “O desejo da mulher começa a surgir quando o bebê está entre 4 e 6 meses de idade, fase que a dependência do bebê com a mãe começa a diminuir”, diz Fúlvio Basso Filho.

Dor na relação

Esta dificuldade para a lubrificação vaginal pode fazer com que as primeiras relações sexuais no pós-parto fiquem um pouco doloridas. Mas com a volta da menstruação, os hormônios se estabilizam e o sexo volta a ser prazeroso.

Atitudes que melhoram o sexo

Para diminuir as dores devido à falta de lubrificação, uma boa opção é o uso de produtos lubrificantes vaginais. Quanto à posição sexual, não existe uma mais indicada, procure fazer a que se sinta mais confortável.

Tente deixar o seu bebê com um cuidador para que vocês se sintam mais confortáveis para essas primeiras relações após o parto. Se isto não for possível, procurem ter as relações quando o bebê estiver dormindo. Se o bebê acordar, resolvam o problema dele e depois se ainda estiverem no clima, retomem. Se não quiserem mais, tudo bem também! O importante é encarar tudo isso com leveza!

O mesmo vale para possíveis vazamentos de leite materno durante a relação sexual. Sim, eles podem ocorrer. E neste caso, o melhor a fazer é encarar tudo com naturalidade e bom humor.

Como fica a vagina

A vagina foi feita para o parto normal. Tanto o tecido vaginal quanto a musculatura ao seu redor são elásticos para que o bebê consiga passar e depois tem a capacidade de retornar ao normal. Contudo, no pós-parto pode ser interessante realizar exercícios para fortalecer o músculo da vagina. Seu ginecologista pode prescrever esses exercícios.

Métodos contraceptivos

Apesar das chances diminuírem um pouco, as mulheres que amamentam podem sim engravidar! Além disso, elas não podem usar qualquer contraceptivo, pois alguns afetam o leite materno. Por isso, clique aqui e veja quais os métodos contraceptivos indicados para a mulher que amamenta.

Veja mais

loquio-sangramento-pos-parto
prefencial-mae-amamenta-lactente1
mulher-tiaguinho-gravida-chape

Deixe uma resposta

Comentários