Vontade de morder o bebê? A ciência explica o motivo

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Relaxe, você não está maluca. A vontade de morder bebês é algo comum até mesmo em outras espécies e é um bom sinal

Você olha para o seu lindo e fofíssimo bebê e é inevitável, dá vontade de morder! Mas fique calma, você não está louca, de acordo com os cientistas isto é completamente normal.

O biólogo e antropólogo Gwen Dewar explicou na famosa revista Scientific American que pesquisas indicaram que tanto o cheirinho do recém-nascido quanto as imagens de bebês despertam regiões do cérebro responsáveis pelo prazer, as mesmas de quando comemos uma comida gostosa!

Cadastre-se

As pesquisas mostram que até certo ponto nosso cérebro responde de forma similar quando está diante de algo muito fofo, como um bebê, ou de algo gostoso, como uma comida. “E talvez a nossa experiência psicológica de querer morder surge a partir dessa sobreposição fisiológica”, explica Gwen Dewar.

Porém, ainda pode existir outra razão para associarmos mordidas a bebês. “Um tipo de ‘mordida social’ pode fazer parte da nossa herança evolutiva”, diz Gwen Dewar.  Para se ter uma ideia, alguns macacos têm o hábito de quando nasce um filhote da espécie fazer uma fila para que cada membro do grupo possa segurar, esfregar o nariz e dar mordidinhas no pequeno recém-chegado.

Então, morder não é só para alimentação ou agressão. Mordidinhas parecem ser uma parte normal de reportórios sociais amigáveis de muitos mamíferos. “A vontade de morder um bebê pode ser apenas um sinal de boas intenções”, afirma Gwen Dewar.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários