A dor de parto normal: saiba como é

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Entenda como é a dor do parto normal durante todo o trabalho de parto

A dor do parto normal é uma das questões mais temidas pelas mulheres que vão ter um filho.  Ela por ser dividida em três momentos: dilatação, expulsão do bebê e a expulsão da placenta. O primeiro é o mais longo e é caracterizado pelas contrações rítmicas, que inicialmente são menos intensas e mais espaçadas entre si e conforme o parto evolui se tornam mais fortes e o tempo entre elas fica menor. “A contração é uma sensação de pressão que se inicia na região lombar, é semelhante a cólica menstrual”, explica a ginecologista obstetra Helaine Milanez, médica associada do Departamento de Tocoginecologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Esta dor ocorre porque a musculatura do útero está se contraindo para que o bebê possa sair. A dilatação é o momento mais longo do trabalho de parto. Ela dura até a mulher alcançar 10 centímetro de dilatação, o que costuma levar entre 6 e 12 horas.

Cadastre-se

Com a dilatação completa, começa a fase da expulsão do bebê. O momento é dolorido porque a cabeça do pequeno está fazendo pressão nos órgãos pélvicos. A mulher também passa a sentir vontade de empurrar. A expulsão costuma durar entre 20 e 40 minutos e termina com o nascimento do bebê.

Por fim, há uma dor pouco intensa que é a expulsão da placenta. Ela consiste em uma cólica mais fraca do que na dilatação. Acredite, para quem acabou de parir um lindo bebê com cerca de 3 quilos, a saída de uma placenta pesando aproximadamente 400 gramas não é um grande problema.

Saiba mais detalhes sobre a primeira fase do parto normal aqui. A dor de parto pode ser aliviada por uma série de métodos não farmacológicos e também alguns farmacológicos, saiba quais são eles nesta outra reportagem do portal BebêMamãe.com .

Veja mais

cesarea-medieval
sophie-charlotte

Deixe uma resposta

Comentários