Após muitas cesáreas da mãe, perna de bebê fica pra fora do útero

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Bebê precisou passar por uma cesárea com 30 semanas de vida, mas hoje passa bem

Um caso raro surpreendeu os pesquisadores do Centre Hospitalier Universitaire d’Angers, na França. Durante a sexta gestação de uma mulher de 33 anos que já havia passado por cinco partos cesárea, foi descoberto que a parede do seu útero estava com um rompimento de 2.5 cm!

Isto permitiu com que as perninhas do feto passassem para fora do útero, como você pode ver na imagem. O caso foi descoberto quando a mulher estava com 22 semanas de gestação. E desde então ela foi acompanhada constantemente pelos médicos, já que se tratava de uma gestação de alto risco e com chances dela sofrer problemas como: completa ruptura do útero, problemas na placenta, perda do útero e parto prematuro.

Cadastre-se

Com 30 semanas de gestação, os médicos notaram que a ruptura no útero havia aumentado para 5 cm e que além das pernas, o abdômen do bebê também estava para fora do útero. Então, foi realizada uma cesárea de emergência.

O bebê nasceu pesando 1.385 kg. A ruptura do útero da mãe foi corrigida durante o parto. E após seis meses, mãe e bebê se recuperam bem e estão saudáveis. O caso foi publicado na revista científica The New England Journal of Medicine.

Ter muitas cesáreas é perigoso para a mãe?

Está certo que boa parte das mulheres não terá seis filhos, como foi o caso acima. E de fato o caso mencionado acima é muito raro e difícil de ocorrer. Porém, os médicos acreditam que a mãe já corre maior risco de saúde ao passar pela sua terceira cesárea. Os maiores riscos de repetir o parto cesárea são:

  • Cesárea mais difícil e longa: devido à grande quantidade de cicatrizes de partos anteriores, o parto cesárea fica mais difícil e demorado;
  • Lesões na bexiga e intestino: durante uma primeira cesárea, o risco de lesões na bexiga e intestino são baixos. Porém, em repetidas cesáreas as chances de ocorrer estas lesões aumentam;
  • Hemorragia e perda do útero: quanto mais cesáreas a mulher passa, maiores as chances dela ter hemorragia durante o parto e ter que passar por uma histerectomia, remoção do útero. Para se ter uma ideia, as chances de histerectomia na primeira cesárea são de 0.65% enquanto na quarta cesárea são de 2.41%;
  • Quanto mais cesáreas a mulher tem, maiores as chances dela desenvolver problemas em sua placenta. Saiba mais sobre a placenta aqui.

Fonte consultada:

Mayo Clinic

The New England Journal of Medicine

Veja mais

fotos-parto-passado-face

Deixe uma resposta

Comentários