Parto normal: tudo sobre contrações, dilatação e dor

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução DailyMail

Coisas que se mexem, novidades e contrastes de cores são algumas coisas que seu bebê adora

O parto normal se divide em três fases. O primeiro estágio é o mais longo e é aquele em que ocorre a dilatação do colo do útero até chegar aos 10 centímetros. O segundo estágio vai da dilatação até o nascimento do bebê. E o terceiro estágio é a saída da placenta.

A seguir, explicaremos em detalhes sobre como é este primeiro estágio e como ocorre a dilatação, as contrações e a dor nesta fase do parto normal.

Cadastre-se

Este primeiro estágio do parto normal se divide em três fases:

  • Começo do trabalho de parto: em que a mulher dilata até 3 cm;
  • Fase ativa do parto: em que a dilatação vai dos 3 cm para os 7 cm;
  • Fase de transição do parto: em que a dilatação vai dos 7 cm para os 10 cm.

Cada uma dessas fases possui diferentes desafios e emoções.

Começo do trabalho de parto

O começo do trabalho de parto costuma ser o mais longo de todo o processo do nascimento e pode durar entre 8 e 12 horas. As contrações duram entre 30 e 45 segundos e há um intervalo de 5 a 30 minutos entre as contrações. As contrações começam mais fracas e irregulares e com o passar do tempo tornam-se mais fortes e frequentes. Neste momento as cólicas podem ser sentidas como dores na parte inferior das costas e/ou cólicas menstruais e/ou pressão e aperto na região pélvica. Nessa fase a bolsa amniótica pode se romper.

O que observar no começo do trabalho de parto:

Note se as cólicas começam a ficar mais intensas, regulares e a ocorrer com maior frequência e duração. E quando a bolsa se romper, fique atenta a cor do líquido amniótico, seu cheiro e a hora que ocorreu o rompimento e comunique tudo ao profissional de saúde que está te acompanhando.

Nesta fase é importante ficar calma e conversar com seu médico ou doula sobre qual o melhor momento para ir ao hospital ou casa de parto. Não é preciso ter pressa, como já foi mencionado, esta fase dura bastante tempo. Procure se manter ocupada, mas conserve sua energia. Beba bastante água e coma algum lanchinho. Cheque como estão suas contrações, tempo de duração de cada contração e intervalo entre elas. E certifique-se de que está tudo certo para levar para a maternidade.

Fase ativa do parto

A fase ativa do parto costuma durar entre 3 a 5 horas. Nesta fase, como já dito, ocorrerá a dilatação de 3 até 7 cm. As contrações nesta fase duram de 45 a 60 segundos com intervalo de 3 a 5 minutos entre elas. As contrações ficam mais fortes.

Neste momento é importante ir para o hospital ou casa de parto. Use este momento para usar técnicas de respiração e exercícios para relaxar entre as contrações. É importante mudar de posição durante o trabalho de parto. Você pode tentar caminhar e tomar um banho. Continue bebendo bastante água.

Fase de transição do parto

A fase de transição do parto dura entre 30 minutos e 2 horas. Nesta fase a dilatação passa dos 7 para os 10 cm. As contrações neste momento vão durar entre 60 e 90 segundos com um intervalo de 30 segundos a 2 minutos entre elas. As contrações tornam-se mais intensas, longas e fortes.

É importante que a mãe tenha ainda mais apoio de seu acompanhante neste momento do parto. Esta é a fase mais difícil do parto, mas como a natureza é muito sábia, também é a fase mais curta! A mulher pode sentir um pouco de enjoo, gases e alguns calafrios. Tente pensar em uma contração por vez. Lembre-se do quão longe você já chegou e se sentir uma grande vontade de empurrar, comunique o profissional da saúde que está com você.

Quando atingir os 10 centímetros é a hora do bebê nascer!

Saiba mais sobre outras fases do parto aqui. E veja os benefícios do parto normal aqui.

Fonte consultada:

Associação Americana de Gravidez

Veja mais

tremores-parto
cesarea-medieval
sophie-charlotte

Deixe uma resposta

Comentários