Sophie Charlotte desabafa sobre seu parto natural em casa

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Veja o que a atriz Sophie Charlotte contou sobre o seu emocionante parto natural em casa

Em entrevista à revista TPM, a atriz Sophie Charlotte contou sobre como foi o parto natural em casa de seu filho Otto. A atriz falou que a decisão pelo parto natural domiciliar foi tomada junto com o marido, o ator Daniel Oliveira.

Ao optar pelo parto em casa, a atriz levou em conta uma série de fatores: como ter tido um ótimo pré-natal, ser uma mulher jovem e saudável e o fato de morar bem perto de um hospital.  “Claro que coisas ruins podem acontecer até mesmo em um hospital, mas depois de ponderar muito tomei minha decisão, e me senti bem com ela. Tenho muito cuidado com esse assunto porque quem escolhe o parto humanizado natural é vítima de preconceito, e o parto domiciliar, ainda mais. Sobre a escolha do parto preciso dizer que me sentia tão bem grávida, tão disposta… Acho que foi a primeira vez que me senti mulher, dona do meu nariz, com uma vida crescendo dentro de mim. Então pensei: ‘Eu consigo fazer isso (parir naturalmente), e acho que consigo fazer isso na minha casa’. E nesse momento, que é absolutamente particular e fisiológico, estar em casa foi genial para mim”, disse a atriz em entrevista à revista TPM.

Cadastre-se

Para seu parto, ela contou com o apoio da experiente enfermeira obstétrica Heloísa Lessa, que na época tinha feito 789 partos! “A Heloísa foi importante porque ela de cara me disse que o parto natural não era nada cor-de-rosa e me pediu para não idealizar. Hoje sei que são equipes maravilhosas essas que lutam pelo parto mais humanizado possível, e isso não inclui apenas o domiciliar, mas também os partos em hospitais, então uma mídia negativa disso é ruim para a causa. Por tudo isso tive que convencer a Heloísa a fazer o meu, e ela topou”, disse Sophie na entrevista à TPM.

Então, na madrugada do dia 14 de março Sophie entrou em trabalho de parto. “É como correr uma maratona; uma hora a endorfina bate e tudo fica mais fácil”, disse a atriz. Ela também relatou que o apoio do marido foi fundamental durante o parto. Além de acalmá-la nas horas das contrações, o ator também tocou violão para Sophie.

Para Sophie, o ato de parir natural é o de entrar em contato com alguma coisa maior em você. “Não sei se vou experimentar isso em outra circunstância na vida. É um momento em que você expurga todos os seus medos, coloca em prática toda a sua fé e potencializa o seu corpo. É uma experiência de expansão da consciência.”

O pequeno Otto nasceu às 8:43. “Foi um momento de prazer físico, emocional e espiritual absoluto. Ele veio direto para o meu peito, sem cortar o cordão umbilical, e eu me lembro de gritar sem parar: ‘Sim! Sim! Sim! Meu filho!’. Porque a verdade é que gente faz questão de separar tudo o que é sexual da maternidade, e não é bem assim. Tudo ali é um ato sexual: veio disso, passa pelo seu sexo para nascer, tem um prazer enorme envolvido… Os meus seios, aliás, ganharam todo um outro sentido. Eu nunca tive peito grande e quando desceu o leite, aquela fartura, eu falei: ‘Uau, que supermulher’. É tudo muito legal”, disse em entrevista à TPM.

Após nascer, o pequeno Otto ficou no ventre da mamãe e após algum tempo, foi abrindo os olhinhos e achou o peito sozinho!  “Ele achou o meu peito sozinho, porque você não bota o bebê no peito, ele vai sozinho, e de repente ele encaixou a boca e sugou. Meu filho estava mamando. Foi uma noite na qual fiz contato com a divindade, com a existência plena, com a beleza que é uma mulher ter um filho. Parir é muito poderoso e ao mesmo tempo a maior lição de humildade do Universo”, concluiu Sophie em entrevista à TPM.

Veja os benefícios do parto natural aqui.

Veja mais

cesarea-medieval
sophie-charlotte

Deixe uma resposta

Comentários