Artrogripose em bebês é relacionada ao zika vírus na gravidez

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

A microcefalia não é mais a única preocupação, entenda como a artrogripose afeta as articulações dos fetos e muito mais

Nestas últimas semanas descobriu-se que a microcefalia não é mais a única preocupação das gestantes que contraem o zika vírus. O Ministério da Saúde já havia apontado a relação entre o zika e malformações fetais, que você confere aqui.

Agora, uma pesquisa brasileira publicada na revista científica internacional Ultrasound in Obstetrics and Gynecology apontou que uma das malformações que pode ocorrer nos bebês em decorrência do zika vírus na gravidez é a artrogripose.

Cadastre-se

Artrogripose também é conhecida como artrogripose múltipla congênita (AMC) e é uma doença congênita rara que leva a diversas contrações articulares e pode incluir fraqueza muscular e fibrose. Esta doença deriva de um nome grego que significa “articulações curvas ou em forma de gancho”. Esta doença impede os movimentos da criança, mas não é progressiva.

Atualmente há quatro casos de crianças no Brasil com artrogripose e suspeita de zika vírus nas mães. Dentre eles, dois morreram pouco após nasceram e os outros dois ainda são fetos. Saiba mais sobre como evitar o zika vírus aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários