Bebê é internada em estado grave após engolir bateria de lítio

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução DailyMail

A bateria de lítio leva milhares de bebês ao hospital todos os anos, mas pouco se fala sobre ela

Aos 18 meses a pequena Ellie Gatrell achou que estava engolindo um docinho, mas na realidade ela ingeriu uma bateria de lítio do tamanho de um botão! À primeira vista este objeto pode não parecer grande coisa. Os pais podem até pensar: “ahn, vai sair no cocô, está tudo bem. Mas não está. E o caso da pequena Ellie mostra isso.

A menina engoliu a bateria em um breve momento de distração de sua mãe, Nicola. De modo que ela só começou a achar que algo estava errado quando a filha começou a vomitar. Nicola levou a filha para o hospital e inicialmente os médicos a dispensaram alegando que se tratava apenas de uma azia. Por dois dias a pequena continuou piorando e vomitando tudo que comia, então Nicola voltou ao hospital e quando os médicos fizeram o raio-X descobriram a bateria.

Cadastre-se

Além disso, os médicos também notaram que a bateria estava causando queimaduras internas terríveis no esôfago da pequena e por isso a submeteram a uma cirurgia imediatamente.

Este problema ocorre porque quando a bateria de lítio é engolida pelo bebê, ela fica presa no esôfago. Lá ela entra em contato com muita saliva, o que pode levar à uma corrente elétrica que causa reações químicas e elas podem levar a queimaduras graves no esôfago em apenas duas horas. Isto pode ser fatal ou causar danos permanentes.

Após esta cirurgia, a pequena Ellie ficou oito meses internada e passou por uma série de outras cirurgias até receber alta. “O médico me disse que minha filha é um pequeno milagre, pois se a bateria tivesse ficado presa um pouco mais acima no esôfago, onde há um vaso sanguíneo importante, ela teria morrido”, contou Nicola em entrevista ao jornal britânico DailyMail.

Como evitar que seu bebê engula a bateria de lítio

Pouco se fala sobre a bateria lítio e seus riscos para as crianças, especialmente os bebês. Porém, esta bateria é um dos principais motivos pelos quais as crianças são hospitalizadas. Somente nos Estados Unidos 2800 crianças vão parar no pronto-socorro todos os anos após engolir uma bateria de lítio. Isto é uma criança a cada três horas em média!

A bateria de lítio está presente em: controles remotos, alarmes de carro, balanças eletrônicas, cartões com músicas, relógios, aparelhos auditivos, termômetros, calculadoras, objetos de decoração, como pisca-pisca de Natal, e até mesmo alguns brinquedos infantis eletrônicos, entre outros. Para proteger seu pequeno, é essencial deixar estes objetos longe do alcance do seu filho.

Sintomas de que o bebê engoliu a bateria de lítio

Infelizmente, os sintomas de que o bebê engoliu a bateria de lítio são difíceis de notar. Isto porque o pequeno não costuma engasgar com este objeto, já que ele é bem pequeno. Porém, os sintomas podem envolver tosse, salivação, desconforto e vômito.

O que fazer diante da suspeita de que o bebê engoliu a bateria de lítio

Se você acredita que seu bebê engoliu uma bateria de lítio é essencial não o forçar a vomitar e não oferecer água ou qualquer outro líquido. Os pais devem levar o pequeno ao hospital imediatamente.

Uma bateria de lítio é assim:

lithium-batteries

Fonte consultada:

Safe Kids Worldwide

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários