Choro do bebê: pesquisa descobre como identificar as causas

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba quais os sinais do choro do bebê por raiva, por medo, por dor e muito mais

Uma pesquisa publicada na revista científica espanhola de psicologia concluiu que existem algumas diferenças nos choros do bebê de acordo com a necessidade que ele tem. Os pesquisadores notaram algumas diferenças nos comportamentos dos bebês quando choravam por fome, dor, nervoso, entre outros. “Quando o bebê está chorando por nervoso, ele costuma manter os olhos semiabertos que ficam olhando em um mesmo ponto ou não olham para lugar nenhum. Mas, quando está chorando de dor, ele os mantém fechado”, explica Mariano Chóliz, um dos pesquisadores.

Quanto à dinâmica do choro, o choro de nervoso tende a aumentar se o bebê está bravo. Enquanto o choro por medo ou dor já começa o mais intenso possível.

Cadastre-se

Sobre o choro de nervoso, o bebê ainda ficará com a boca aberta ou semiaberta durante este choro. Já quando o bebê chora por medo, seus olhos ficam abertos quase o tempo todo. Algumas vezes, o bebê que chora por medo também pode ter um olhar penetrante e mover a cabeça para trás. O choro do bebê que sentiu medo pode parecer explosivo após um gradual aumento da tensão.

Bebês que choram por dor fazem isso com os olhos fechados a maior parte do tempo e só o abrem por alguns minutos. Além disso , há um elevado nível de tensão na área dos olhos e na testa permanece uma careta . O grito  do choro por dor começa na intensidade máxima.  Saiba mais sobre os diferentes tipos de choros do bebê aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários