Como evitar doenças no bebê quando ele ainda não tomou todas as vacinas

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Demora alguns meses para o bebê tomar todas as vacinas, por isso veja como protege-lo de doenças nesta fase

É só dar uma olhadinha no calendário de vacinação que fica bem claro: demoram vários meses para que o bebê tome todas as vacinas necessárias. Além disso, o bebê acabou de chegar ao mundo e por isso tem uma imunidade muito baixa. Então, a dúvida que surge na cabeça de muitas mamães e papais é: como vou evitar que meu bebê fique doente se ele ainda não tomou todas as vacinas?

Bom, a boa notícia é que existem algumas boas atitudes que evitam doenças no bebê nesta fase da vida em que sua imunidade está tão baixa. Veja quais são elas a seguir:

Cadastre-se

 Amamente

Os cientistas já sabem há muito tempo que durante a amamentação o leite da mãe transfere anticorpos para o bebê. Estes anticorpos vão fortalecer o sistema imunológico do pequeno e evitar que ele fique doente.

Agora, uma pesquisa feita pela Universidade da Califórnia, Estados Unidos, também descobriu que o leite materno proporciona outro benefício incrível para a imunidade do bebê. De acordo com o estudo, células imunes da mãe chegam ao bebê por meio do leite materno e atravessam a parede do intestino chegando a um órgão chamado timo, que atua na imunidade. Uma vez que chegam lá, essas células da mãe “ensinam” o corpinho do bebê a produzir as próprias células imunes e assim o corpinho do bebê começa a aprender a se proteger de doenças! Os cientistas chamaram este processo de “educação de imunidade maternal”.

Se vacine

Para que todo os benefícios da amamentação mencionados acima ocorram da melhor forma possível é importante que a mãe tenha muitos anticorpos contra as mais diversas doenças. E como ela consegue todos esses anticorpos? Pela vacinação!

Então, é essencial que a mãe se vacine, enquanto o bebê ainda não pode tomar determinadas vacinas. Além de passar mais anticorpos para o bebê ao se vacinar, a mãe também evita que ela fique doente e acabe passando doenças para o bebê. Veja as vacinas indicadas para a mãe no pós-parto aqui.

 Atenção às visitas

É essencial ter cuidados com as visitas ao bebê, especialmente com quem irá carregar o recém-nascido. Pessoas gripadas ou resfriadas não devem visitar o pequeno. Antes de tocar ou carregar o pequeno no colo é importante passar o álcool gel nas mãos. É importante que as visitas evitem beijar os bebês. Veja outros cuidados necessários que as visitas precisam ter com o bebê aqui.

 Atenção aos passeios

É essencial ter alguns cuidados ao levar o bebê para passear. “Até os seis meses do pequeno evite levá-lo para lugares fechados e aglomerados, como shopping, supermercado, festas, entre outros”, orienta a pediatra Lucia Diehl, diretora da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul. Nestes locais fechados e aglomerados, as chances de o bebê ser exposto à vírus e bactérias é muito maior. Quando for passear com o bebê opte por locais abertos, como parquinhos.

 Coma de forma saudável

A alimentação da mãe, tanto na gestação quanto no aleitamento, também é essencial para a boa imunidade do bebê. Isto porque os mil primeiros dias, da gestação até os dois anos, são essenciais para diversos aspectos da vida do bebê, inclusive a imunidade. Entenda a importância dos mil dias aqui. Veja como deve ser a dieta da gestante aqui e os nutrientes que a mulher que amamenta precisa ingerir aqui.

É importante deixar claro que essas medidas não excluem a necessidade de tomar as vacinas. Para garantir a saúde do seu bebê é INDISPENSÁVEL manter a vacinação do pequeno em dia!

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários