Crosta láctea no bebê: como tratar

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Entenda as causas da crosta láctea e o que fazer para tratar esse problema de pele

A crosta láctea se forma na pele do bebê devido a seborreia excessiva, trata-se de uma inflamação na pele causada pela descamação e vermelhidão, especialmente em algumas áreas do rosto.  Ela também é chamada de dermatite seborreica. “A principal causa da crosta láctea é inflamatória, possivelmente devido a estímulo hormonal aterno no último trimestre da gestação.  Por isso, é comum no período neonatal até todo primeiro ano de vida, mas não tem nada de ligação com uso de leite, apesar do nome”, explica a pediatra Rita de Cassia Silveira, presidente do comitê de neonatologia da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul.

Sintomas e tratamento da crosta láctea

Cadastre-se

Os sintomas da crosta láctea são placas de cor ocre ou amareladas na pele, especialmente no couro cabeludo e sobrancelhas. “Pode haver prurido, coceira, pela inflamação que ela causa”, observa Rita de Cassia. Diante da crosta láctea é importante entrar em contato com o pediatra do bebê. O tratamento da crosta láctea envolve o uso de óleos apropriados ou emolientes, de acordo com a orientação médica.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários