Bebê em lugares fechados: veja os cuidados essenciais ao levá-lo

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja os cuidados ao levar o bebê na casa de familiares, shopping, transporte público e outros

É preciso ter alguns cuidados especiais ao levar o seu bebê a lugares fechados como shoppings, casas de familiares e em transportes públicos, como ônibus, trem e metrô. Primeiro, é importante respeitar o tempo do bebê. “O ideal é só levar o bebê a locais fechados pelo menos após os 3 meses de vida quando ele já recebeu o primeiro ciclo de vacinas”, orienta a pediatra Rafaella Gasto, do Hospital Leforte.

É importante esperar este tempo para levar o bebê a locais fechados porque ele ainda não tem imunidade suficiente e será imunizado inicialmente pela mãe através do leite materno. “Em geral, as doenças adquiridas em locais fechados são as respiratórias de origem viral/bacteriana que nem sempre são protegidas por vacinas, porém podem levar ao risco de bronquiolite e até coqueluche, que em bebês abaixo de 3 meses pode ter apresentação grave”, alerta Rafaella Gasto.

Cadastre-se

A seguir, veja os cuidados ao levar o bebê para passear em locais fechados específicos:

Na casa de familiares e amigos

Antes de visitar seus amigos ou familiares é importante ter alguns cuidados. “Sempre pergunte antes de ir se há alguém doente no local (adulto ou criança) e evite o contato do bebê com esta pessoa ou mesmo cancele a visita”, afirma Rafaella Gato.

Também é essencial manter o local em que o bebê ficará arejado. “Evite que pessoas beijem ou fiquem tocando no rosto e nas mãos do bebê. Peça para lavarem sempre as mãos ou passem álcool gel antes de pegar no bebê”, conta Rafaella Gato.

Visitas na sua casa

Evite visitas de muitas pessoas de uma vez em casa, pois com mais gente fica difícil controlar manipulação excessiva com a criança, além de deixá-la mais irritada. “O ideal é estar sempre com um grupo menor de pessoas ao redor do bebê”, diz Rafaella Gasto. Veja outros cuidados importantes ao visitar o recém-nascido aqui.

Shopping, restaurantes e transporte público

Não permaneça com o bebê por um tempo muito prolongado em shoppings, restaurantes, ônibus, metrô, trem, entre outros. “Procure evitar os horários de pico, quando sabemos que estará muito cheio ou em datas comemorativas (véspera de natal ou Dia das Mães, por exemplo). Evite que pessoas estranhas toquem no bebê, principalmente em suas mãos ou rosto. Evite estar próximo a pessoas tossindo ou espirrando”, alerta Rafaella Gato.

Outros cuidados em locais fechados

Pai, mãe, avós ou cuidadores devem estar atentos ao ambiente e lavar bem as mãos ou usar o álcool gel após pegar em corrimão e portas de locais públicos e logo depois manipular o bebê.

Veja outros cuidados ao levar o bebê para passear aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários