Cuidados que as visitas devem ter com o bebê que não são frescuras de mãe

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Essas atitudes são essenciais para garantir a saúde do seu bebê, confira

Ao visitar o bebê é essencial que as visitas sigam alguns cuidados que não são frescuras da mãe e são essenciais para garantir a saúde do pequeno. A seguir, veja quais são esses cuidados:

Não beijar o bebê

Cadastre-se

As visitas devem evitar beijar o bebê. “Porque o sistema imunológico da criança ainda está imaturo e nossa boca está cheia de bactérias. Não é para ficar beijando o bebê”, explica o pediatra Tadeu Fernandes, membro da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Passar álcool gel ou lavar as mãos antes de tocar no bebê

Também por causa do sistema imunológico imaturo é importante que as visitas lavem as mãos ou passem álcool gel antes de tocar no bebê. “Nós temos sujeiras nas nossas mãos e não podemos esquecer que até pouco tempo atrás o bebê morava em um ambiente totalmente estéril que era o útero”, conta Tadeu Fernandes.

Obedecer aos horários do bebê

O bebê possui um horário biológico diferente do adulto, precisa de muito mais horas de sono, por exemplo. Portanto, é essencial que as visitas respeitem os horários dos bebês e se adaptem a eles, não o contrário.

Segurar o bebê apenas com a autorização dos pais

Saiba que a criança é extremamente suscetível ao contato físico, então é importante ficar atento para quem irá tocar o seu pequeno. “A dica é: imagine seu filho como uma joia, a quem você empresta essa joia? A pessoa a quem você empresta essa joia é aquela que você deixará segurar seu filho”, afirma o pediatra Paulo Rogério Gallo, professor da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

Veja outros cuidados importantes ao visitar o recém-nascido aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários