Formas do bebê expressar suas necessidades além do choro

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja quais os sinais que o bebê dá de que está com fome, fralda suja e muito mais

Que durante os primeiros meses de vida seu bebê utiliza o choro para comunicar todas as suas necessidades, você já sabe. Porém, você sabia que seu bebê também tem outros sinais para demonstrar fome, fralda suja, cólicas e outros problemas? A seguir, veja quais são esses sinais:

Fome

Cadastre-se

Além de chorar, seu bebê também pode ter outras atitudes quando está com fome. “Pode também ser observado: bebê inquieto ou fazendo movimento de sucção, colocando mãos na boca, pedindo colo e levando a mão ao seio materno e também quando o bebê faz um movimento de abocanhar em direção ao seio da mãe”, afirma a pediatra Rafaella Gasto, do Hospital Leforte.

Fralda suja

Seu bebê pode ficar inquieto ou irritado quando estiver com a fralda suja.

Problemas emocionais

Quando o pequeno está com problemas emocionais como carência dos pais ou medo ele pode apresentar piora no padrão de sono, falta de apetite, choro fácil ou incessantes. “Existem períodos em que o bebê está mais apegado com os pais (principalmente com a mãe), sendo o mais marcante após os 5 meses de idade e que atinge o auge com cerca de 8 meses do bebê, que chamamos de angústia de separação”, explica Rafaella Gasto.

Nessa fase, o bebê está em progressivo desenvolvimento e interação com o ambiente e com os outros que o cercam e começam a adquirir habilidades que facilitam a separação física da mãe (como engatinhar, por exemplo!), mas esse bebê não está psicologicamente pronto para tal separação. “Nesse período vale muito amor, colo e paciência”, destaca Rafaella Gasto.

Gases e cólicas

Além do choro, quando seu bebê está com gases ou cólicas ele também apresenta barriguinha distendida e aumento da quantidade de puns! As perninhas do bebê também se movimentam mais para perto do abdômen e o pequeno também fica mais irritado. “O bebê ainda fica com o rosto vermelho, como se estivesse fazendo força, carinha de dor com mãos e fechadas e ficar se contorcendo. Manter irritação mesmo após mamar, trocar de roupa (caso de frio ou calor) e trocar fralda. Lembrando que esta fase da cólica se dá de maneira geral até os 3 meses de vida e que outros sinais e sintomas devem ser observados pelos pais e pelo pediatra nas consultas de rotina”, conclui Rafaella Gasto. Saiba mais sobre gases do bebê aqui. E sobre cólicas aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários