Reações às vacinas nos bebês e crianças

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba tudo sobre as reações às vacinas em bebês

Quando os bebês e as crianças tomam vacinas algumas reações podem ocorrer. Febre, cansaço, dor e vermelhidão no local são possíveis consequências das imunizações. Isto ocorre porque a vacina está estimulando a produção de anticorpos e defesas do organismo.

O fato da criança ter ou não reações às injeções geralmente não está relacionado com a eficácia da imunização.  “A única reação que esperamos é a da vacina Bacilo Calmette-Guérin (BCG), aquela na qual o bebê toma no primeiro mês de vida e que leva a marquinha no braço. Se o bebê tomou a vacina e ficou sem esta marca, pode ser necessário tomar a dose novamente. Outros casos de reações não estão ligados à eficácia da vacina”, explica a pediatra Isabella Ballalai, diretora da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) Nacional e presidente da Regional do Rio de Janeiro.

Cadastre-se

A reação vacinal geralmente aparece até 48 horas após a vacina. “Porém, há casos de sensibilidade alérgica a algumas vacinas onde o eritema de face (bochechas vermelhas) e o prurido (coceira) podem persistir por dois ou três dias”, conta a pediatra Denise Bedoni, do Hospital Leforte. Clique aqui para saber o que fazer quando o bebê tem reações às vacinas.

A vacina rotavirus pode provocar reações diferentes e mais graves nos bebês. Saiba tudo sobre a vacina rotavirus aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários