Reações às vacinas: o que fazer quando o bebê tem

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Saiba como agir quando o pequeno tem febre, dor no local da injeção e outras reações às vacinas

As vacinas são importantes para a saúde dos bebês e crianças. Porém, algumas vezes os pequenos podem ter reações adversas às vacinas. “As principais delas são leves como vermelhidão e edema local e reações gerais como febre e irritabilidade, há casos mais sensíveis que podem evoluir para tremores e convulsões”, explica a pediatra Denise Bedoni, do Hospital Leforte. Saiba o que fazer diante de cada reação:

Febre

Cadastre-se

Caso a criança ou bebê tenha febre em decorrência da vacina a mãe pode tomar algumas medidas para superar o problema. “Normalmente, orientamos medicar o pequeno com o antitérmico que a criança está habituada, alternando banhos e oferecer hidratação oral”, orienta Bedoni.

Dor no local 

Caso a região onde a criança ou bebê tomou a vacina fique dolorida uma boa opção é fazer compressas de água fria, a camomila também é orientada, no local. “Se estiver vermelho e com edema, casos mais intensos, o analgésico oral pode ser utilizado”, diz Bedoni.

Outras reações

Caso a criança ou bebê tenha outras reações, a orientação é procurar atendimento médico de urgência para exame clínico mais específico. Caso seu filho tenha tomado a vacina rotavirus é preciso ter atenção especial às reações dela. Saiba mais sobre o assunto aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários