Menstruação na gravidez é possível?

Por: Bruna Romanini

menstruação na gravidez

Foto: Getty Images

Saiba tudo sobre o assunto, se a menstruação na gravidez realmente pode ocorrer e mais

A menstruação na gravidez não é possível. “Não pode acontecer porque a menstruação é uma perda sanguínea cíclica ao final de um ciclo menstrual em que não houve uma gravidez”, conta o ginecologista obstetra Paulo Gallo, diretor médico do Vida – Centro de Fertilidade da Rede D’Or do Rio de Janeiro e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Contudo, entre 30 e 40% das mulheres podem ter algum tipo de sangramento de implantação nos primeiros 3 a 4 meses de gestação. “Esses sangramentos que ocorrem durante a gravidez estão relacionados com a implantação do embrião. Na placenta há vasos do feto e do útero da mãe, na formação inicial desse tecido formam-se os vasos sanguíneos que podem se romper e apresentar um sangramento”, explica Paulo Gallo.

Cadastre-se

Diferenças entre a menstruação e o sangramento

Além da menstruação só ocorrer quando não há uma gestação e o sangramento poder acontecer quando a mulher está grávida ou não, existem mais diferenças entre os dois. “Normalmente são sangramentos menores que a menstruação e não costumam ser cíclicos”, afirma Paulo Gallo.

O que fazer diante do sangramento

É importante consultar o ginecologista obstetra em casos de sangramento na gravidez. “Uma mulher que está em uma gravidez inicial e começa a ter um sangramento a conduta é repouso, reposição com progesterona vaginal, evitar relações sexuais e acompanhar a evolução da gestação com ultrassonografia vaginal com intervalo de dez dias para ver se a gravidez transcorre corretamente”, orienta Paulo Gallo.

Entre as gestantes com o sangramento, 80 a 90% tem uma gravidez que evolui normalmente. Contudo, entre 10 a 20% dos casos o sangramento pode evoluir para um abortamento. “Não tem como diferenciar se vai evoluir para o aborto ou não, tem que tomar os cuidados mencionados acima”, afirma Paulo Gallo.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários