Bebê dormindo: sinais de distúrbios do sono

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Um em cada dez bebês apresentam problemas sérios para dormir, saiba reconhecê-los

Um em cada dez bebês tem problemas sérios para dormir à noite e assim maior risco de desenvolver distúrbios de sono quando crescerem, alerta uma pesquisa publicada na revista científica Pediatrics. A pesquisa contou com a participação de 359 bebês que começaram a participar deste estudo aos seis meses de vida e continuaram até os três anos de idade.

Este estudo é importante, pois frequentemente os distúrbios de sono dos bebês não são percebidos por pediatras e pais. Afinal, é completamente normal bebês acordarem durante a noite, então maiores complicações relacionadas a isso não recebem a atenção necessária.

Cadastre-se

A pesquisa também afirma que bebês que apresentam problemas sérios para dormir a noite, tem entre três a cinco vezes mais chances de ter distúrbios do sono quando forem mais velhas. “Esta pesquisa indica que problemas do sono em crianças não são um fenômeno isolado e que se ela apresenta isso no começo da vida e não é tratado tem maiores chances de continuar com os distúrbios do sono”, explica a Dra. Kelly Byars, autora do estudo.

Os sinais de que o bebê tem distúrbios do sono podem variar muito. Mas alguns dos sinais mais frequentes de problemas são: ronco alto várias noites por semana, ter muitos pesadelos no meio da noite, e após ter suas necessidades atendidas ao acordar no meio da noite, como a mamada da madrugada ou a troca de fraldas, ainda demorar mais de 20 minutos para adormecer.

Veja dicas para fazer o bebê dormir bem aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários