Dicas para a mãe dormir bem após o bebê nascer

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Algumas atitudes ajudam a mãe a ter uma boa noite de sono, saiba quais são

Conseguir dormir bem com o bebê não é fácil, mas é importante tentar. Afinal, uma mãe que dorme bem tem energias para cuidar do seu bebê e até mesmo a produção de leite materno melhora. A seguir, confira algumas atitudes que vão te ajudar a dormir bem após a chegada do bebê:

 Conte com a ajuda do parceiro

Cadastre-se

É essencial que o pai ajude a mãe nos cuidados com o bebê a noite. “A colaboração do pai é incentivada, uma vez que o casal deve estabelecer uma escala de cuidados, que serão divididos durante a noite. Assim, a rotina e os bons hábitos de sono são mantidos durante todo o crescimento da criança”, conta o neurologista Luciano Ribeiro, da Associação Brasileira do Sono.

Durma quando o bebê dormir

O recém-nascido passa a maior parte do tempo dormindo, por isso, é importante que a mãe aproveite esses momentos para dormir também. “Assim, ela consegue recuperar suas energias e estar tranquila para os cuidados constantes com seu bebê”, diz a enfermeira e berçarista Kelly Barros do colégio Evolve de Educação Infantil.

Peça a ajuda da família

Nos primeiros dias com o bebê a presença dos familiares é fundamental, especialmente das avós. Se possível, peça para que a avó ou a sogra durmam na sua casa nos primeiros dias. Assim, será mais uma pessoa para revezar com a mãe e o pai os despertares noturnos.

Atenção às visitas

É importante pedir para as visitas avisarem antes de irem até sua casa. Isto porque pode ocorrer delas aparecerem quando você estiver dormindo. Quando as visitas ligarem para combinar um dia e horário de visita sugira o mais confortável para você.

Descanse na hora da mamada

É possível aproveitar o momento das mamadas para descansar. Você pode utilizar uma almofada de amamentação para que seus braços não façam tanta força.

Amamentar deitada é uma boa alternativa. Deite e coloque o bebê ao seu lado, de forma paralela. Deixe a cabeça do pequeno levemente elevada. Esta posição é polêmica entre os profissionais de saúde. “O tabu provém da recomendação médica de não oferecer mamadeira com o bebê deitado ou no berço para evitar infecções de ouvido, mas no caso do aleitamento materno, a mãe amamentar deitada é seguro e não causa mais infecções, pois a cavidade oral do bebê se adapta e não permite a passagem de leite para o interior do ouvido como no caso da mamadeira”, explica a médica de família e comunidade Denize Ornellas, membro da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

Crie um ambiente tranquilo

Não é só o bebê que precisa de silêncio e pouca luz ao dormir, a mãe também necessita disso. Por isso, quando a mãe for dormir, é importante apagar as luzes e deixar o ambiente o mais silencioso possível.

Lembre-se que passa

Sim, o bebê acorda com frequência durante a noite, mas isto passa. “Os despertares serão reduzidos já nos primeiros meses de vida do bebê, sendo que após três meses, pode-se ter somente um despertar que logo também deverá ser abolido”, observa Luciano Ribeiro.

Também é importante que os pais fiquem calmos. “Eles precisam entender que esse período de instabilidade relacionado ao sono será transitório, e que não passem para o bebê um estado de ansiedade, o qual será prejudicial tanto para a criança como para os pais”, destaca Luciano Ribeiro.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários